Positivo arranque de temporada del Braga. El análisis del profesor Costa

"RIAS BAIXAS TRIBUNA" es una web que funciona sin ánimo de lucro alguno. Es de agradecer el interés que muestras por esta opción...

En el acreditado portal deportivo en Internet, ZeroZero, cada semana escribe el profesor António Costa, socio y adepto contra viento y marea del Sporting Clube de Braga, además de un magnífico profesor de enseñanzas medias, personaje culto y afable, al que  mucho apreciamos desde hace ya casi tres lustros. Como antaño en "O Minho Desportivo" y en "Record", leemos a nuestro António Costa cada semana en ZeroZero, donde muestra su indudable amor al Braga, manifestado al lado de razonamientos sensatos y no exentos de lógica y bases fundadas. Tomamos buena nota de lo que dice y, con la debida venia, posteriormente, hacemos presentes sus apontamentos en el apartado de Ocio / Deportes / Sporting de Braga, de RBT.

O SÍTIO DOS GVERREIROS
António Costa

Um balanço provisório, um balanço positivo


"O sítio dos Gverreiros” é uma coluna de opinião do zerozero.pt, de assuntos relativos ao SC Braga, na perspetiva de um olhar de adepto braguista, com o sentido crítico necessário, em busca de uma verdade externa ao sistema.


A temporada 2020/2021 já tem onze jogos disputados, o que possibilita um balanço provisório e de grande relatividade, pois o tempo pode alterar o que aqui deixo como opinião sobre a carreira, ainda curta, do SC Braga nas diversas competições e na globalidade.

Na liga portuguesa, o SC Braga ocupa, no momento em que escrevo este artigo, o segundo lugar, que espero ver confirmado depois do jogo deste domingo à noite contra o Farense, com todo o respeito. Não quero deixar, de modo algum, a ideia de qualquer sobranceria, que é sempre má conselheira, e a equipa, acredito eu, estará consciente disso mesmo. Se este cenário se confirmar, a situação atual é muito boa e fica apenas um travo amargo daquela derrota imerecida contra o Santa Clara, em que nem um golo válido foi conferido. Se o campeonato fosse um jogo em que fosse possível eliminar uma jornada e repeti-la, seria essa certamente, pois os açorianos saíram de Braga a voar com três pontos caídos do céu. A outra derrota ocorreu no Dragão e para ela muito contribuíram os erros individuais de Raúl Silva e Tormena, nas grandes penalidades cometidas, ou a meia dúzia de centímetros que permitiram ao VAR impedir o 2-0, na altura ao espanhol Abel Ruiz, que tudo poderia ter mudado. Mas como factos ficam os registos de duas derrotas iniciais e cinco vitórias consecutivas a seguir, que incluem as difíceis deslocações a Guimarães e à Luz, pelo que o saldo desta competição é positivo, a carecer de confirmação futura, como eu espero.

Na Taça de Portugal, o SC Braga venceu na Trofa por 2-1, num jogo que se transformou num grau de dificuldade superior ao esperado, mas que acabou com a justa passagem bracarense à eliminatória seguinte, onde os Gverreiros do Minho se deslocarão ao recinto do Olímpico do Montijo, que curiosamente ganhou o direito a estar presente nesta eliminatória ao vencer em Vila Verde por 2-3. Uma vez mais apelo à seriedade competitiva do grupo, de modo a evitar dissabores desnecessários, pois desta vez o sorteio não foi inimigo.

A Taça da Liga terá uma eliminatória em dezembro e o apuramento já está garantido neste momento, com a certeza de jogar em casa também assegurada. Resta saber qual o adversário a defrontar, que dependerá do desfecho da oitava jornada da liga portuguesa, ainda incompleta. O triunfo arsenalista no jogo a disputar no seu estádio, frente aos algarvios do Farense, permite receber o primeiro classificado da segunda liga, mas há outros cenários possíveis, que não passam disso mesmo por agora. O objetivo maior de defender o seu título foi conseguido, apesar das duas derrotas com que o SC Braga entrou na liga portuguesa, o que valoriza ainda mais o percurso até aqui efetuado.

Por fim, a fase de grupos da Liga Europa está dentro do expectável e se a normalidade imperar deverão apurar-se no grupo G as melhores equipas do grupo, Leicester e o SC Braga, não custando reconhecer que os ingleses são mesmo os mais fortes. As duas vitórias iniciais, em casa frente ao AEK e fora frente ao Zorya, abriram boas perspetivas de apuramento para a fase seguinte, mas esse apuramento ainda carece de confirmação, pois uma derrota e um empate na dupla jornada frente ao Leicester apenas permitiu somar um ponto na classificação. Fica alguma amargura pelo facto de o empate para o Leicester, na última quinta-feira, ter acontecido já para além do período de descontos que o árbitro concedera, num jogo que foi mesmo uma grande propaganda ao futebol. Neste jogo, em especial, carecem de análise e correção alguns erros individuais cometidos, que não se recomendam em alta competição. À atenção de Carlos Carvalhal, em quem confio.

Globalmente, considero a época positiva, ainda que, com alguma sorte e mais competência em alguns momentos, as coisas pudessem estar ainda melhores. Espero que o tempo confirme uma boa época.

Uma nota final triste para a morte surpreendente de Vítor Oliveira, que foi jogador e treinador do SC Braga, numa semana em que o mundo futebol chorou a partida de Maradona. Que descansem em paz.

El profesor Costa

No hay comentarios:

Publicar un comentario

Nota: solo los miembros de este blog pueden publicar comentarios.