BREAKING NEWS
latest

468x60

header-ad

Resignación y esperanza tras el último batacazo del FCP (en Paços de Ferreira)

 PORTO .- Tras el batacazo que FC Porto se dio anoche, era interesante saber cómo lo habían encajado en "O Dragâo". Hemos querido saber cómo viene el día en el barrio de As Antas. Nos lo cuenta Diogo Faría desde el mismo estadio portuense.

Bom dia,

De casa
O FC Porto perdeu ontem por 3-2 em Paços de Ferreira e a história do jogo resume-se com simplicidade: apesar dos golos de Sérgio Oliveira e de Otávio, correu quase tudo mal aos campeões nacionais, enquanto o adversário foi melhor e ganhou bem. “Faltou muita coisa”, reconheceu Sérgio Conceição na conferência de imprensa.

A dificuldade na mudança do “chip” da Liga dos Campeões para o campeonato foi, segundo o treinador, o fator que mais influenciou este desfecho, uma vez que a equipa não teve “a disponibilidade e a atitude necessárias”. A consequência foi um “problema coletivo” exponenciado por “erros individuais que não podem acontecer a este nível”.

O caminho para melhorar, prosseguiu Sérgio Conceição, passa por “continuar a trabalhar” e “olhar para a frente”, com “coragem, determinação e ambição”, porque “baixar os braços” não é opção. Partilhando a mesma ideia, Tecatito Corona apontou a necessidade de “autocrítica”: “Temos que olhar para o que fizemos mal e corrigir”.

Olhar em frente, neste caso, é visar a Liga dos Campeões e o Marselha, que visita o Estádio do Dragão na terça-feira. Pepe, que ontem não jogou por ter sido inconclusivo o resultado de um teste à covid-19, deverá voltar a estar disponível, uma vez que entretanto já se confirmou que não está infetado.

Ontem também era dia de jogar a equipa de basquetebol, hoje era a vez da de hóquei em patins e amanhã da de andebol, mas os três encontros foram adiados por determinação do governo. Na agenda do fim de semana mantém-se apenas a partida do FC Porto B frente ao Sporting da Covilhã, que arranca daqui a pouco, às 11h00, e será transmitida na Sport TV 1.

Do mundo
Um sismo com epicentro no Mar Egeu, junto a Esmirna, atingiu a magnitude de 7.0 na escala de Richter e fez-se sentir na Turquia e na Grécia, causando inclusivamente um mini-tsunami. Os danos foram consideráveis e a contabilidade das vítimas também teve algum significado: pelo menos quatro mortos e 120 feridos.

No outro lado do mundo, no Extremo Oriente, mais um desastre natural causou pelo menos dez mortes. O tufão Molave foi o pior que passou pelo Vietname nos últimos 20 anos e deixou um rasto de destruição que incluiu inundações em três províncias, desabamento de centenas de casas e o naufrágio de barcos de pesca.

Aconteceu
Há 33 anos, o FC Porto era campeão europeu e estava a caminho de voltar a ser campeão nacional, tornando-se pelo meio campeão do mundo. Na véspera do dia de Todos os Santos de 1987, o Sporting saiu das Antas derrotado por 2-0, incapaz de responder aos golos de Madjer e de Sousa que pode ver ou rever aqui. Sete meses depois, os Dragões encerraram a liga com nova vitória caseira num clássico, dessa vez por 3-0 e frente ao Benfica. Apesar de os triunfos ainda só valerem dois pontos, o título foi conquistado com 15 de vantagem sobre o segundo classificado. Mais um ano de ouro sobre azul.

Para ouvir
No dia que o mundo anglo-saxónico consagrou às bruxas e designou de Halloween, talvez encaixe bem uma música como “The Killing Moon”, que os Echo & the Bunnymen lançaram em 1981 e os Nouvelle Vague recriaram em 2004.

Até amanhã,
Diogo Faria



« PREV
NEXT »