La Monumental Plaza de Toros de Lisboa cumple este 18 de agosto 128 años de existencia


No século XIX.  

Cumprem-se hoje 128 anos sobre a data de inauguração da praça de toiros do Campo Pequeno, que na corrida inaugural, presidida por SAR o Infante D. Afonso, em representação de seu irmão, o rei D. Carlos, teve a participação dos cavaleiros Alfredo Tinoco e Fernando d'Oliveira e que lidaram 12 toiros de Emílio Infante da Câmara.

A praça do Campo Pequeno foi inaugurada a 18 de Agosto de 1892 e sucedeu à do Campo de Santana, mandada edificar pelo rei D. Miguel e que funcionou de 1831 a 1891.
Nos últimos 128 anos, a praça só esteve inactiva entre 2000 e 2006, anos em que se procederam a obras de requalificação, transformando-a num edifício mais funcional e que hoje tem capacidade para 7.277 espectadores, mantendo, apesar de coberta, a traça original.
128 anos de vida, de momentos, de estórias e de história.

Um palco único e inigualável na nossa nação, o mais importante no que respeita à arte tauromáquica e o nosso estandarte máximo na proliferação da nossa festa além fronteiras.
Pela consagrada Catedral do Toureio a Cavalo passaram as maiores figuras do toureio mundial, não só a cavalo, sendo uma praça com uma dinâmica sem par em Portugal, com o profissionalismo das grandes praças do mundo, embora muitas vezes embebida num espírito triunfal e sem manter a exigência que pedem as suas arcadas. / P.S. (Naturales)


Nos tempos do século XXI

Artículo Anterior Artículo Siguiente