Muere José Luis Sommer d´Andrade, cavaleiro, ganadero, rector de una gran coudelaria


2020, entre casos de Covid y otros como consecuencia de otras graves dolencias, se está llevando a un buen número de personajes del mundo de la Tauromaquia. El último caso ha sido, hace unas horas, víctima de un cáncer que sufría, el del cavaleiro tauromaquico José Luis Sommer d´Andrade (José Luis de Vasconcellos e Souza D'Andrade).

Natural de Lisboa e filho do famoso mestre de equitação Eng.º Fernando Sommer D’Andrade (autor de várias obras sobre a nobre arte de cavalgar em toda a sela), José Luís Sommer D’Andrade tomou a alternativa no Campo Pequeno em 4 de Junho de 1970, na corrida que inaugurou esse ano as nocturnas na Monumental de Lisboa. Teve Mestre David Ribeiro Telles por padrinho e como testemunhas actuaram Vitor Ribeiro (pai), Fernando de Andrade Salgueiro e o então amador D. José João Zoio. Lidaram-se toiros da ganadaria de seu pai, Eng.º Fernando Sommer D’Andrade, e pegaram os Forcados do Ribatejo e os Académicos de Vila Franca de Xira.
O cavaleiro José Luís Sommer D’Andrade morreu, na noite deste sábado, vítima de cancro, aos 72 anos. Segundo a rádio Elvas o cavaleiro sentiu-se mal depois de tratar dos animais na sua quinta e o INEM foi chamado à Herdade de Fontalva, no concelho de Elvas. José Luís D'Andrade foi um dos mais emblemáticos cavaleiros tauromáquicos portugueses, foi mestre de equitação e autor de várias obras sobre a arte de cavalgar. O cavaleiro já retirado das arenas continuava a atuar em festivais nos derradeiros anos. Foi -ao igual que a sua familia- um dos grandes impulsores e criadores do cavalo ibérico de tipo primitivo, em Portugal denominado "Cavalo Sorraia".

O Cavalo Sorraia teve como grande impulsionador o Dr. Ruy de Andrade, a partir de 1937, tarefa que foi continuada pelos seus descendentes. O intuito foi meramente zoológico, e propôs-se recuperar e manter um tipo de cavalo que é tido como uma reminiscência do ancestral selvagem do cavalo ibérico da região quente meridional, substrato do cavalo moderno do sul da Península Ibérica. Assim, a partir de um núcleo de animais adquiridos no vale do Sorraia, cujos indícios de primitividade eram bem evidentes (zebruras nos membros e na cabeça, lista de mulo e crucial, extremidades escuras, pelagem rato ou baia, entre outras), constituiu-se a actual raça Sorraia (Cavalo do Sorraia), de características únicas no Mundo.

O palácio da Herdade de Font'Alva, em Barbacena (Elvas), propriedade do antigo cavaleiro tauromáquico, coudeleiro e ganadeiro José Luis Sommer d'Andrade (q.e.p.d.) foi a residência da família Belmonte na nova telenovela com essa nome que está a criar grande furor nas noites da TVI.

José Luis Sommer d´Andrade (q.e.p.d.)

CAVALOS ) HISTÓRIA DA HERDADE da FONT´ALVA ( atualmente de José Luis d´Andrade -q.e.p.d.-) 

Fundada em 1894 pelo Dr. Ruy d' Andrade, com éguas de Guerrero Hermanos, D. Vicente Romero y Garcia, e D. António Perez Tinao, todas da mais pura Raça Espanhola, de estirpe Cartujana, e utilizou como garanhões cavalos das mesmas origens, dos quais há a destacar:

» "Rumboso" de Guerrero Hermanos
» "Arriero" de Camino Hermanos
» "Bergantin" de Eduardo Miura
» "Cartujano" e "Saltador" de D. António Perez Tinao
» "Novelero" de Pallares Moreno
» "Principe VIII" de D. Francisco Chica Navarro

Tem esta Coudelaria um palmarés invejável, por quanto é, a que, desde o final do século passado até aos dias de hoje foi mais vezes Campeã da Raça nos certames da especialidade, para além de Campeã Ibérica em 1970 e 1972 e com inúmeras menções honrosas em outros anos anteriores e posteriores.

É sem dúvida, a Coudelaria mãe das melhores Coudelarias Lusitanas do momento, e está espalhada pelos quatro continentes. São de destaque como Garanhões, já com o ferro da Coudelaria, Maravilha, Majestoso, Justo, Vulcano, Encias, Firme e Martini. Após a morte de D. Ruy d' Andrade, em 1967, herdou esta Coudelaria o Engº. Fernando Sommer d' Andrade, que seguiu o rumo anterior com excelentes resultados.

São de notar nesta fase os cavalos Urco, Umbroso, Vidago, Yacht, Zamorim, Criptogâmico e Jabeque como reprodutores, todos com o ferro da Coudelaria.

Por falecimento do Engº. Fernando Sommer d' Andrade, foi dividida a éguada pelos seus herdeiros. O ferro d' Andrade, é na actualidade utilizado na Coudelaria de José Luís d' Andrade, porque assim foi decidido, pois é a que reside no local da fundação da mesma e porquanto é também quem a dirige desde 1975.

Tem esta Coudelaria cavalos notáveis em quase todas as actividades hipicas, desde os obstáculos, passando pelo ensino e pelo toureio. São de destacar pela sua funcionalidade:

Justo; Vulcano; Xerife: ganhador do cross de Font' Alva de 21-04-1954 com Sebastião Tenório; 
Yankee toureando com Rosa Rodrigues; 
Alcoólico: também toureando com Rosa Rodrigues, cobriu na Coudelaria de Carlos Freire, Marquês de Rio Maior e Conde de Murça; 
Apache: montado por Vasco Ramires, era o 4º cavalo mais ganhador da sua época; 
Bey: toureava com Rosa Rodrigues; 
Catita: óptimo cavalo de toureio com D. José de Ataíde; 
Cofre: ensinado em escola por Nuno de Oliveira, toureou com D. José de Ataíde, foi 1º classificado em Madrid 1959 Doma Andaluza, 1º em Alta Escola Madrid 1959, foi vendido a João Núncio e mais tarde fez a Coudelaria de Gaston Santos Mexico; 
Eneias: campeão de 1958 a 1970; 
Epaminondas: óptimo saltador; 
Euclides: campeão na Golegã 1959, foi ensindo por Nuno Oliveira, propriedade de Baumeister (Suíça), cobriu em Font' Alva em 1970; 
Firme: óptimo cavalo de toureio com D. José de Ataíde, cobriu na Coudelaria de Manuel Veiga, (filhos: Novilheiro, Opus, Neptuno e Nilo), na Coudelaria de Romão Tavares, na Coudelaria de Rafael Calado e em algumas mais; 
Martini: óptimo toureiro; 
Oásis; Ondulante; Islero; Urco: cobriu na Coudelaria de Carlos Freire, na de Maria A. de Sousa Vilhena de Andrade e em alguma mais; 
Umbroso; Zamorim; Dragão: vendido a Vasco Freire, fez a sua Coudelaria junto com éguas da mesma origem e ferro, toureou com Paulo Caetano; e Lugre actualmente como garanhão de coudelaria e óptimo cavalo de toiros.

TOIROS ) GENEALOGÍA DA HERDADE da FONT´ALVA ( atualmente de José Luis d´Andrade -q.e.p.d.-) 



Cavalos "Sorraia", de la coudelaría de José Luis Sommer d´Andrade

Un toro en tipo de la ganadería de José Luis Sommer d´Andrade
(Imágenes : Herdade de Font´Alva


No hay comentarios:

Publicar un comentario

Nota: solo los miembros de este blog pueden publicar comentarios.