BREAKING NEWS
latest

468x60

header-ad

"Comenzó la defensa del título". El profesor Costa analiza el trayecto del Braga en la Taça da Liga


En el acreditado portal deportivo en Internet, ZeroZero, cada semana escribe el profesor António Costa, socio y adepto contra viento y marea del Sporting Clube de Braga, además de un magnífico profesor de enseñanzas medias, personaje culto y afable, al que  mucho apreciamos desde hace ya casi tres lustros. Como antaño en "O Minho Desportivo" y en "Record", leemos a nuestro António Costa cada semana en ZeroZero, donde muestra su indudable amor al Braga, manifestado al lado de razonamientos sensatos y no exentos de lógica y bases fundadas. Tomamos buena nota de lo que dice y, con la debida venia, posteriormente, hacemos presentes sus apontamentos en el apartado de Ocio / Deportes / Sporting de Braga de RBT.

 O SÍTIO DOS GVERREIROS
 António Costa

Começou a defesa do título

"O sítio dos Gverreiros” é uma coluna de opinião do zerozero.pt, de assuntos relativos ao SC Braga, na perspetiva de um olhar de adepto braguista, com o sentido crítico necessário, em busca de uma verdade externa ao sistema. 

A defesa do título de Campeão de Inverno começou com a vitória frente ao Estoril, por 3-1. Em boa verdade, o percurso da Taça da Liga já tinha sido iniciado com a realização das primeiras oito jornadas da liga e a classificação que daí resultou. Foi neste contexto que o SC Braga, segundo classificado na jornada atrás mencionada, recebeu o Estoril, que lidera a segunda liga portuguesa.

O jogo da Pedreira foi bem disputado, havendo períodos de incerteza no marcador, em especial naqueles minutos que se seguiram ao golo estorilista, que colocou a diferença mínima no placard. Pode dizer-se que o SC Braga soube estar nos diferentes momentos do jogo e que venceu de uma forma justa, como o próprio adversário reconheceu. Como fator mais relevante deste jogo fica o facto de Paulinho ter marcado os três golos da equipa, justificando por isso que a bola do jogo fosse consigo para casa. Com este hat-trick o internacional português passou a ser o melhor marcador da equipa, em todas as competições. Os “canarinhos” mostraram em Braga porque lideram e porque são um dos candidatos mais fortes à subida de divisão, factos que justificam os meus parabéns pela postura ousada que tiveram em campo.

O desenho da Taça da Liga é bastante discutível e privilegia as equipas mais fortes. Do ponto de vista de promoção da competição entende-se que, estando as quatro melhores equipas da atualidade, ela se torne mais apelativa. Longe vão os tempos em que os clubes colocavam em plano secundário, ou mesmo terciário, a Taça da Liga, como se verificou, por exemplo, na última edição, que coroou os Gverreiros do Minho como vencedores.

O caminho continua em Leiria, com a realização da final four entre 16 e 23 de janeiro próximo, que contará com a presença de SC Braga, Sporting, Benfica e FC Porto. Antes, porém, existe o sorteio, já nesta segunda-feira, que definirá o alinhamento das meias finais da competição. Ainda é demasiado cedo para se pensar nesta fase final, uma vez que antes existem diversos jogos para realizar e ir em busca das vitórias. Mas acredito que esta competição, decidida num curto espaço de tempo, mereça o carinho do clube e da equipa.

Uma referência para o sorteio da Taça de Portugal, que ditou a visita do Torreense à Pedreira nos oitavos de final da competição. Será, por certo, um jogo que ficará nas memórias dos jogadores da equipa de Torres Vedras, há muito arredados dos grandes palcos, e que têm aqui um jogo diferenciado dos encontros da série F do Campeonato de Portugal. Nesta competição, caso elimine, como eu espero o Torreense, o SC Braga recebe nos quartos de final o vencedor do jogo Moreirense vs Santa Clara, pelo que o sorteio permite acalentar esperanças de chegar às meias finais. Nesse jogo que antecede a final, o vencedor do “percurso do SC Braga” cruza com o vencedor do “percurso do FC Porto”, mesmo que isto em nada signifique que sejam bracarenses e portistas nessa fase decisiva.

O mercado de inverno está aí à porta, pelo que tendo o SC Braga, pelo menos, uma lacuna evidente no plantel originada pela lesão de Moura, espero que o mercado de inverno permita reequilibrar o plantel, com a contratação cirúrgica de um ou dois jogadores. Isto será muito importante para enfrentar a feroz competição do SC Braga nos primeiros dois meses do próximo ano, fruto da presença, sempre desejada, em todas as competições, dando ao treinador a possibilidade de realizar uma gestão equilibrada dos seus atletas, evitando a sobrecarga de algum deles, que por vezes tem consequências indesejadas.

Bom Natal a todos.

Imagen del Braga-Estoril al que se refiere el articulista (In scbraga.pt

El profesor Costa, autor
de este artículo semanal.







« PREV
NEXT »