"Futebol tropical", postal del día desde una óptica portuguesa

Al caer la noche de este lunes, el periodista Arnaldo Martins, desde la Redacción del Jornal de Notícias, nos envía su postal del día desde una óptica portuguesa.
Dice así :

Daqui a 72 horas pode haver campeão nacional ou até um pouco antes. A temperatura vai subir e as noites tropicais convidam a sair de casa em plena época pandémica. Os festejos do campeonato são uma preocupação para a Direção-Geral da Saúde, que estará atenta ao que pode acontecer por estes dias.

O F. C. Porto está a um passo de conquistar o campeonato e até pode celebrar no sofá do hotel, caso o Benfica não vença o Vitória de Guimarães. O politicamente correto manda dizer que o campeonato não está entregue, mas na verdade é tudo uma questão de tempo. Basta dizer que nunca o F. C. Porto deixou fugir um título com uma vantagem de oito pontos a três jornadas do fim.

O clássico com o Sporting terá sempre um motivo extra para Sérgio Conceição, pois pode igualar José Mourinho como o treinador que venceu os quatro clássicos na mesma época. O Benfica começa a preparar-se para a final da Taça de Portugal com o F. C. Porto e sobram dúvidas se a troca de Lage pelo adjunto Veríssimo, nesta fase da época, serviu para alguma coisa.

Enquanto isso, prossegue o folhetim Jorge Jesus, que continua a colecionar amigos no Brasil. Agora, foi o treinador do Fluminense que recusou cumprimentar o técnico português. "JJ" também viu Gabigolo ser expulso na vitória sofrida (1-2) sobre o rival, na primeira mão da final do campeonato carioca.

Todos os dias, o mundo tenta lidar com a nova realidade da covid-19, mas continua a haver informação contraditória e muitos receios. No futebol, um treinador recusou orientar a equipa, por haver jogadores infetados, e foi despedido. E se a coisa pega? ​​​​​​


Esté dentro, esté fuera del país, ni un día sin que se
hable del entrenador de fútbol, Jorge Jesús

Artículo Anterior Artículo Siguiente