2 muertos y 7 heridos graves (43 en total) al descarrilar un "Alfa Pendular" y chocar contra una máquina de mantenimiento de vías cerca de Coimbra

2 muertos y 7 heridos graves (en un total de 43 heridos). Accidente ferroviario en este último día de julio, en la Linha do Norte, en la zona entre Soure y Alfarelos (Coimbra). Envuelto un Alfa Pendular con 221 pasajeros a bordo. Las víctimas mortales son trabajadores de Infraestructuras de Portugal y eran los operarios-conductores de la máquina con la que colisionó el tren de larga distancia de la serie Alfa Pendular, de la CP. En la zona se venían realizando obras de mejora de la vía doble que una Porto y Lisboa. El Alfa Pendular descarriló y acabó por colisionar con una máquina ferroviaria de mantenimiento de raíles, de la antígua Refer (ahora integrada en Infraestructuras de Portugal, el equivalente a la Adif española). 

Um comboio "Alfa Pendular" da CP,  com 221 passageiros a bordo, envolveu-se num acidente em zona de Soure/Alfarelos. Em causa está a colisão entre o comboio e uma máquina ferroviária de manutenção que se encontrava em plena ferrovia.

Fonte do Comando Nacional de Operações de Socorro confirmou a existência de 43 feridos. Carlos Tavares, comandante distrital da Proteção Civil, confirmou à agencia Lusa a existência de dois mortos e sete feridos graves resultantes deste acidente. Os feridos foram retirados da composição e transportados para o Hospital de Coimbra. As duas vítimas mortais no descarrilamento eram os operadores da máquina da Refer contra a qual o comboio Alfa Pendular colidiu, afirmou o comandante.

A página da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil lista um “abalroamento ferroviário” em Soure, por volta das 15h30. Pelas 16h25 desta sexta-feira, estavam no terreno 144 operacionais, auxiliados por 55 viaturas de auxilio.
O comboio seguia no sentido Sul-Norte, com destino a Braga, e descarrilou após o embate com a máquina de manutenção. Concretamente, o acidente deu-se na zona de Casalinhos, entre as estaçôes de Soure e Alfarelos (Coimbra).

Falha humana podería estar na causa do accidente. O jornal PÚBLICO apurou que a máquina de conservação de catenária tinha acabado de sair de uma linha de resguardo da estação de Soure quando foi abalroada pelo Alfa, que descarrilou. O maquinista só teve tempo de accionar o freio de emergência.

Nota del Ministerio de Infraestructuras português.
"Ministro das Infraestruturas e da Habitação lamenta acidente ferroviário ocorrido na Linha do Norte.
O Ministro das Infraestruturas e da Habitação lamenta o acidente ferroviário que ocorreu esta tarde na Linha do Norte, do qual resultaram duas vítimas mortais, trabalhadores da Infraestruturas de Portugal, sete feridos graves e cerca de três dezenas de feridos ligeiros, e apresenta as suas mais sinceras condolências aos familiares, amigos e colegas das vítimas e votos de rápidas melhoras aos passageiros do Alfa Pendular que ficaram feridos no acidente.
O Ministro Pedro Nuno Santos realça a pronta e eficaz capacidade de resposta dos meios de socorro no local, nomeadamente da Proteção Civil, INEM, bombeiros, GNR e da Câmara Municipal de Soure, na figura do seu Presidente.

O Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e de Acidentes Ferroviários (GPIAAF) vai iniciar imediatamente o trabalho de investigação para apurar as causas do acidente e daí retirar todas as ilações.
O comboio é um dos meios de transporte mais seguros, não estando em causa a segurança ferroviária. O Alfa Pendular, bem como a infraestrutura e sinalização da Linha do Norte, são sistemas tecnologicamente avançados, dotados de mecanismos modernos de segurança, o que infelizmente não impediu a ocorrência deste acidente, que carece agora de esclarecimentos sobre as suas causas".
( Imágenes de los telediarios en canales portugueses : RTP, CMTV, SIC.






 
Artículo Anterior Artículo Siguiente