Rampa Internacional da Falperra consagrou Christian Merli e Hélder Silva como vencedores

A 43ª edição da Rampa Internacional da Falperra consagrou este domingo Christian Merli (Osella FA30 Judd LRM) e Hélder Silva (Osella PA 21/S) como vencedores, respetivamente, da terceira prova do Europeu de Montanha (CER) e da quarta jornada do Campeonato de Portugal de Montanha (CPM) JC Group, num fim de semana que juntou cerca de 150 mil de aficionados nesta competição em Braga, emblemática do automobilismo lusitano e internacional

 

Fotos: Zoom Motorsport


Rampa Internacional da Falperra:

Louros para Christian Merli e Hélder Silva


A 43ª edição da Rampa Internacional da Falperra consagrou este domingo em Braga, Christian Merli (Osella FA30 Judd LRM) e Hélder Silva (Osella PA 21/S) como vencedores, respetivamente, da terceira prova do Europeu de Montanha (CER) e da quarta jornada do Campeonato de Portugal de Montanha (CPM) JC Group, num fim de semana que juntou cerca de 150 mil de aficionados nesta competição emblemática do automobilismo lusitano e internacional.


A nível absoluto (categoria 2) as expetativas não foram defraudadas, em termos competitivos, confirmando-se o anunciado duelo entre o campeão Christian Merli e o pretende ao título Geoffrey Schatz que teve em Braga o seu terceiro capítulo da época, desta vez favorável ao campeão italiano, podendo-se dizer-se que Merli continua a ser o “rei da Falperra”. Schatz chegou a estar na frente, por 0.214s, após as duas primeiras subidas de prova, mas na terceira, a do tudo ou nada, deu um “toque”, enquanto o seu rival, com uma subida perfeita, chegou ao segundo 49. Merli garantiu, deste modo, a sua primeira vitória da época ao fim de três provas, algo que o deixou bastante satisfeito: "A temperatura estava baixa e arranquei tudo na última subida. Correu bem, mas não foi de todo fácil…”. O último lugar do pódio seria conquistado pelo belga Corentin Starck (Nova NP 01). Ainda no Europeu, mas na categoria 1 o checo Reto Meisel (Mercedes Benz SLK 340) dominou claramente (4s de diferença) face ao francês Nicolas Werver (Porsche 997 GT3R), sendo terceiro o macedónio Igor Stefanovski (Ferrari 488 Challenge Evo).

No CPM, Hélder Silva (Osella PA 21/S), o campeão nacional absoluto, acabou por assegurar um triunfo tranquilo e com margem alargada (2.893) face a Hugo Araújo (Silver Car EF), até porque José Correia (Norma FC 20), seu habitual adversário direto, mesmo a “correr em casa” esteve longe dos seus melhores dias e não foi além da quinta posição final. O último lugar do pódio foi garantido por António Rodrigues (Silver Car EF 10).

Na Rampa Regional, Sebastião Teixeira (Toyota Corolla T-Sport) foi o vencedor, na frente (1.059s) de Filipe Martins (Honda Civic) e de Hugo Oliveira (Honda Civic), este a 3.527s.


CLASSIFICAÇÕES

Campeonato da Europa de Montanha (final oficiosa)

1º, Christian Merli (Osella FA 30 Judd LRM), 3m39.866s

2º, Geoffrey Schatz (Nova Proto NP 01), a 2.015s

3º, Corentin Starck (Nova Proto NP 01-2), a 7.126

4º, Alexander Hin (Osella FA 30), a 8.754

5º, Kevin Petit (Revolt 3 PO Décopeint), a 9.045

Campeonato de Portugal de Montanha JC Group (final oficiosa)

1º, Hélder Silva (Osella PA 21/S), 4m10.555s

2º, Hugo Araújo (Silver Car), a 2.893

3º, António Rodrigues (Silver Car EF 10), a 10.824

4º, Jose Fombona Alonso (Audi RS5 DTM), a 13.090

5º, José Correia (Norma FC 20), a 15.383

6º, Nuno Caetano (Osella PA21 S Evo), a 18.838

7º, Luís Nunes (Skoda Fabia R5), a 23.728

8º, Nuno Guimarães (Silvercar S2), 24.854

9º, Vítor Pascoal (Porsche 911 GT3 Cup), a 25.534

10º, Carlos Vieira (Porsche 911 GT3 Cup), a 25.611

Artículo Anterior Artículo Siguiente