Por tierras nobles y de excelentes vinos, por tierras de São João de Pesqueira...

Por tierras nobles, de São João de Pesqueira, seiscientos y pico metros de altitud, donde el vino del Douro manda, donde tanto se conserva del pasado, no hay más que ver lo señorial de muchos edificios.

Por tierras alejadas, camino de Foz Côa, dejando atrás Régua, Pinhaõ, el Douro tradicional... Grandes extensiones, en una especie de altiplano, donde -aunque el rio lejos va, formando sus meandros- el buen vino portugués del Douro aquí se produce, en bodegas de extraordinaria calidad... Conservar las tradiciones, incluso las gastronómicas (no hay más que ver la foto inferior, cocinándose variados platos tradicionales en legendarios potes), es norma igualmente en un Portugal interior, donde pervive el pasado en forma de actualizado, como continuidad en el presente...



S. JOÃO DA PESQUEIRA encontra-se no coração da primeira região vinícola demarcada do mundo, onde nasce o famoso Vinho do Porto e vinhos de mesa de prestígio incomparável.
As paisagens da região, sucessão infinita de encostas rasgadas em socalcos que os homens desenharam, surpreendem pela grandeza e convidam a uma viagem através da história.
Este povoamento remonta a tempos ancestrais, prova disso são os inúmeros vestígios arqueológicos espalhados por todo o concelho.



A existência de palácios brasonados, igrejas seculares abonadas em história e cultura testemunham diferentes épocas da história.
Para além de todo o património edificado, esta terra orgulha-se de possuir belíssimas paisagens de vinhedos, de amendoeiras em flor e com o rio Douro como raiz e identidade.

S. João da Pesqueira, orgulha-se de deter o Foral mais antigo de que há memória, anterior à criação da nacionalidade portuguesa, que era determinante para assegurar as condições de fixação e prosperidade da população, assim como no aumento da sua área cultivada, pela concessão de maiores liberdades e privilégios aos seus habitantes.
Todas estas singularidades ficam marcadas e reconhecidas em 2001 com a classificação do Alto Douro Vinhateiro como Património Mundial. Com cerca de 20% S. João da Pesqueira é o concelho com maior área classificada.
Para além do património edificado, S. João da Pesqueira prima pelas belíssimas paisagens, com os vinhedos como marca dominante. As amendoeiras em flor alegram os Invernos e o município tem como raiz e identidade o rio Douro. A singularidade das paisagens é completada por povoações pitorescas, encravadas nas encostas, vizinhas dos vinhedos nos socalcos de xisto.
O Concelho é um dos maiores e melhores produtores de Vinho Fino ou generoso, mundialmente conhecido por Vinho do Porto e onde se instalaram as primeiras empresas do sector com representatividade nacional, sendo o Concelho na Região Demarcada do Douro que apresenta a maior área na zona classificada de Património mundial, reconhecido pela sua antiguidade, pelos seus terraços e pelo cruzamento de culturas. É esta conjugação de factores que fazem dele o ex-libris da região do Douro.

É ainda um bom produtor de carnes, de fruta e de produtos florestais, com a silvicultura a marcar destaque na zona meridional (mais fria). O azeite e a amêndoa constituem também uma parte importante da produção agrícola de S. João da Pesqueira. Pouco antes da Primavera, o espectáculo das amendoeiras em flor desdobra-se pelos horizontes sinuosos, constituindo um verdadeiro motivo de atracção turística.
O cabrito assado no forno é o prato mais típico de S. João da Pesqueira. São também famosas as alheiras, o bolo de Páscoa e as bolas de carne e de azeite. Os biscoitos económicos de Ervedosa são muito apreciados. Na doçaria tradicional destacam-se, a bola de amêndoa, as cavacas e o bolo negro de Soutelo do Douro. O mel de Vilarouco também é muito apreciado. Mas a gastronomia de S. João da Pesqueira tem nos seus vinhos o ponto mais alto e delicado.
Do artesanato tradicional, já pouco subsiste, mas é ainda possível encontrar alguns funileiros, sapateiros e cesteiros à moda antiga.

S. João da Pesqueira integra a Rota dos Vinhos da Europa (GR14) e surge no Douro como um dos mais belos itinerários a conhecer: Monumentos, história, fidalguia, vinha, vinho, calços, patamares imponentes, amendoeiras em flor, achados arqueológicos, arte gastronomia e muito mais.
S. João da Pesqueira é um município constituído pelas freguesias de Castanheiro do Sul, Ervedosa do Douro, Espinhosa, Nagoselo do Douro, Paredes da Beira, Pereiros, Riodades, S. João da Pesqueira, Soutelo do Douro, Trevões, Vale de Figueira, Valongo dos Azeites, Várzeas e Vilarouco.
A Feira da Senhora do Monte é uma das mais representativas e concorridas da região. No dia 1 de Setembro, dia de feira anual, realiza-se corrida de cavalos, concurso pecuário e corrida de toiros.
Na 1ª semana de Setembro, decorre a Vindouro – Festa da Vinha e do Vinho do Douro. Exposição de Vinhos, visitas a quintas, palestras e colóquios relacionados com a cultura da vinha, leilão de vinhos, jantar e mercado pombalino, são algumas das actividades a salientar neste evento de promoção de todo o concelho de S. João da Pesqueira.
No dia do Corpo de Deus realiza-se uma romaria a S. Salvador do Mundo. No último domingo de Agosto, é a vez de homenagear Nossa Senhora dos Remédios.
Classificado em 2001, como parte integrante do Alto Douro Vinhateiro Património Mundial, o concelho de S. João da Pesqueira, prima pelo carácter de unicidade da paisagem construída, assente na cultura da vinha e do vinho, e no quotidiano das populações que aqui diariamente contribuem para a sua constante transformação.

__________

RBTRIBUNA 

Fotografia : Araújo Maceira

Generalmente puede ver las imágenes a mayor tamaño y en bastantes casos con mayor calidad, si hace click sobre ellas. Recuerde siempre este consejo).

___________
















































Artículo Anterior Artículo Siguiente