Braga Romana com regresso digital (¡Ay, Covid, a cuánto obligas!)


De 19 a 23 de Maio os bracaraugustanos voltam a viajar no tempo e a revisitar o melhor da Braga Romana, a partir de um programa que será disponibilizado online. Apesar de ser uma realização praticamente realizada digitalmente, permitirá um retorno dos bracaraugustanos à Opulenta Cidade de Bracara Augusta.

Espetáculos de música e dança, oficinas pedagógicas, ações de formação, recriações do quotidiano, desafios e jogos, entre outros, serão motivos para ultrapassar o interregno provocado pelos condicionalismos da pandemia de COVID-19. Através de vários momentos de evocação das últimas 16 edições, Braga voltará a vestir-se à moda romana, cumprindo as normas vigentes e salvaguardando a saúde pública.

Através da página do facebook do Município de Braga, o público poderá desfrutar de nove espetáculos, onde as sonoridades do mediterrâneo se cruzam com corpos em movimento, vídeo-documentários, além da recriação de três dos momentos mais esperados pelo público: o batizado, o casamento e o funeral romano.

Nesta edição, o público poderá usufruir de várias um conjunto de acções de formação e oficinas pedagógicas, mediante inscrição. Destacam-se a formação em música mediterrânica, pelo multi-instrumentista Rúben Monteiro, que terá a duração de um ano; a formação em dança greco-romana, por Sara Toscano, e um conjunto de oito oficinas de arqueologia experimental e de latim promovidas pela “Axis Mundi”, que estão disponíveis gratuitamente no site do evento. A programação conta também com um quiz interativo que decorrerá em direto e desvendará quem melhor conhece os segredos da Opulenta cidade de Bracara Augusta.

Para a vereadora da Cultura, Lídia Dias, esta é a melhor forma de assinalar a programação da Braga Romana, uma vez que a situação pandémica ainda não permite o ajuntamento de grandes multidões.

“Não podíamos deixar de assinalar este momento tão especial para os Bracarenses, por isso mesmo preparamos um conjunto de ações que poderão ser vivenciadas através do universo digital”, refere Lídia Dias, mostrando-se convicta de que em 2022 a Braga Romana poderá voltar às ruas.

Para além do programa online, o evento promove a abertura gratuita dos espaços museológicos do período romano, nomeadamente a Fonte do Ídolo, Termas Romanas do Alto da Cividade e Domus da Escola Velha da Sé, com possibilidade de visita guiada sujeita a marcação prévia.

Restauração com menus de inspiração romana para take-away

Também a restauração Bracarense participará neste evento, através da apresentação de menus de inspiração no período romano. Estes menus serão desenvolvidos em colaboração com a Associação Comercial de Braga e vão estar disponíveis nos espaços de restauração em sistema take-away.

Inserida na programação está também a apresentação pública do projeto final da Musealização das Ruinas Arqueológicas da Insulae das Carvalheiras, que vai decorrer no dia 22 de Maio, no Museu D. Diogo de Sousa.

Para o público infantil, para além desafios online, será apresentada a peça de teatro “Titus e a Conta dos Dias”, no auditório de São Frutuoso, espaço do Seminário de São Pedro e São Paulo, na rua D. Afonso Henriques. Todas as atividades presenciais são de acesso livre, mas sujeitas a inscrição prévia. 


No hay comentarios:

Publicar un comentario

Nota: solo los miembros de este blog pueden publicar comentarios.