La carta semanal del S.C.Braga a sus seguidores recoge el bache que el equipo sufre

Bom dia, Gverreiros!

A frustração sentida de forma transversal no universo SC Braga depois do empate com o Belenenses SAD é bem demonstrativa do crescimento que o Clube tem apresentado nos últimos anos. E quanto maior for a nossa expressão desportiva, estrutural e competitiva, maior é a responsabilidade de quem, diariamente, representa este Clube.

Por isso, e sem grandes rodeios, assumimos claramente que as últimas exibições da nossa equipa principal estiveram abaixo daquilo que já mostramos nos primeiros dois terços da época. Estamos a passar por uma fase menos exuberante do ponto de vista exibicional e isso traduz-se em resultados mais sofridos e bem menos conseguidos.

Todas as equipas atravessam fases de menor fulgor ao longo das épocas, próprias da intensidade com que são disputadas as competições. Não nos podemos esquecer que esta é a mesma equipa que, merecidamente, recolheu elogios em todos os quadrantes do futebol português devido à qualidade do seu jogo; esta é a mesma equipa que atingiu as finais da Taça da Liga e da Taça de Portugal, que só caiu na Liga Europa aos pés da Roma e que, apesar dos últimos jogos, continua a disputar os 4 primeiros lugares no campeonato.

Apesar das coisas factualmente positivas que já vivemos em 2020/21, a nossa ambição não nos permite focar no passado. Há ainda muito por fazer, muito por conquistar e, nos próximos jogos, teremos forçosamente de voltar a demonstrar a qualidade que todos sabemos existir no plantel do SC Braga. A vontade e ambição deste grupo de trabalho é imensa e, certamente, tudo fará para devolver o orgulho aos sócios e adeptos do SC Braga.



Rui Fonte: O ponta de lança está de volta aos relvados e, ao serviço da equipa B, já fez abanar as redes adversárias. Após um longo período de recuperação, Rui Fonte foi um dos jogadores em evidência frente ao Águia Vimioso e marcou o segundo golos dos arsenalistas. Um regresso perfeito.

eSports: Os campeões em título da eLiga Portugal garantiram presença na Grande Final da edição 2020/2021. Consistência é a imagem de marca dos Gverreiros: tanto na Temporada de Inverno como na de Primavera, os arsenalistas chegaram às meias-finais e vão marcar presença na discussão do título nacional.

Susana Francisco: A atleta do SC Braga esteve em destaque no Campeonato Nacional de 10 mil metros, em Coimbra. A Gverreira conquistou um lugar no pódio, ao terminar a prova no 3º lugar, com um tempo de 33.53,33.

Voleibol: Sem espinhas. Sabe sempre bem ganhar um dérbi e as Gverreiras fizeram-o em estilo. Triunfo por 3-0 frente ao Vitória SC e a equipa de Carlos Dias ganha um esperança renovada na luta pela manutenção no Campeonato Nacional da 1ª Divisão.

No hay comentarios:

Publicar un comentario

Nota: solo los miembros de este blog pueden publicar comentarios.