La carta semanal del Sporting de Braga a sus adeptos y el valor de la Cantera

Bom dia, Gverreiros!

A vitória arrancada na Choupana, num terreno historicamente difícil para o SC Braga, assentou em dois princípios basilares: humildade e ambição. Foi assim frente ao Nacional; foi assim em todos os anteriores 37 (!) jogos oficiais disputados esta temporada - 17 dos quais desde o início de 2021; e será assim nos remanescentes encontros de 2020/21. Seja onde ou contra quem for. Ganhar. Sempre!

Apesar de todas as contrariedades que têm marcado o nosso percurso, a verdade é que este grupo de Gverreiros nunca vira a cara à luta, demonstrando uma impressionante solidariedade em todos os momentos. Dentro e fora de campo, somos orgulhosamente uma família. E, tal como já demonstramos ao longo de toda a época, nada nos desvia do nosso caminho: jogo a jogo, sem olhar para trás ou para a frente. O desafio mais importante será sempre o próximo. Só isso nos interessa.

Na deslocação à Madeira, além dos 3 pontos conquistados, há ainda a registar a estreia a titular de mais um produto da formação do SC Braga: o central Bruno Rodrigues foi uma aposta certeira do mister Carlos Carvalhal, dando mais um passo seguro na sua afirmação com a camisola do nosso Clube.

Esta extrema confiança do SC Braga nos jovens ‘made in’ Cidade Desportiva só será novidade para os mais desatentos pois, além dos casos de sucesso das transferências de Pedro Neto ou Trincão e da integração no plantel principal de Tiago Sá, Rogério, David Carmo e Francisco Moura, só esta temporada já foram lançados em contexto competitivo mais quatro produtos da nossa formação: ao já referido Bruno Rodrigues, juntam-se Rodrigo Gomes, Hernâni e Vítor Oliveira. Este é o caminho que queremos trilhar: o da formação e valorização de jovens ativos; o caminho da ambição desportiva, mas também da sustentabilidade financeira.

Para a história fica, ainda, a boa caminhada na Liga Europa. Caímos aos pés de um grande adversário, orientado por um excelente treinador. Em Roma, o SC Braga tentou inverter o mau trabalho protagonizado pelo árbitro romeno na 1ª mão, mas em Itália a equipa de Paulo Fonseca mostrou que possui todos os predicados para ambicionar a conquista deste troféu. Encerrado o capítulo europeu em 2020/21, resta apenas uma palavra: voltaremos.


Serginho: O reforço de inverno estreou-se a marcar pelo conjunto arsenalista. O ala do SC Braga exibiu-se a grande nível frente ao Modicus, sendo decisivo na conquista dos três pontos.

Myra Delgadillo: Albergaria-a-velha aquece o pé à norte-americana. A avançada voltou a marcar ao Clube de Albergaria e foi determinante em mais um triunfo da turma de Miguel Santos na fase de apuramento de campeão da Liga BPI.

Atletismo: O SC Braga conquistou, este fim de semana, quatro títulos nacionais de Esperanças em Pista Coberta. Catarina Karas (Salto em Comprimento e 60 metros Barreiras), Miguel Moreira (1500 metros) e Leonor Suzano (Vara) foram os Gverreiros que subiram ao ponto mais alto do pódio.

No hay comentarios:

Publicar un comentario

Nota: solo los miembros de este blog pueden publicar comentarios.