La carta del Sporting de Braga a su legión de seguidores con una petición al "Super-Pinheiro"

 destaques

"Agora que a ‘fotografia do pódio’ já está mais perto das vontades e necessidades dos três do costume e de toda a estrutura que continua a alimentar este fenómeno castrador da evolução do futebol em Portugal..."
Bom dia, Gverreiros!

O grito de revolta manifestado pelo presidente António Salvador logo após o jogo com o Benfica é transversal a todos os profissionais do SC Braga e a todos os seus sócios e adeptos. Mais: deveria ser um sentimento comum a todos os clubes que são recorrentemente empurrados para planos secundários por entidades internas e externas ao jogo.

Numa partida importante para as duas equipas e na qual se perspetivava um espetáculo de grande qualidade, o desequilíbrio não foi alcançado por um remate indefensável, por um cabeceamento fulminante ou por um livre superiormente executado: foi uma decisão muito questionável de João Pinheiro (expulsão de Fransérgio, aos 39 minutos) a desestabilizar os pratos da balança.

Toda a gente tem direito a um dia infeliz, desde o estratega mais esclarecido ao malabarista mais incompetente. João Pinheiro é um árbitro com potencial, mas são demasiadas as vezes em que é infeliz com o SC Braga, como são prova os encontros desta época frente a FC Porto (1ª jornada), Belenenses SAD (9ª jornada), Moreirense (16ª jornada) e, agora, Benfica (24ª jornada). Será que o facto de João Pinheiro pertencer à AF Braga poderá, de algum modo, condicionar a forma como atua nos jogos do SC Braga? Aliás, este tipo de ‘caso’ não seria inédito em Portugal...

Para o bem de todas as partes envolvidas, só vislumbramos uma de duas soluções: ou João Pinheiro faz uma séria reflexão e adota uma postura isenta nos jogos do SC Braga; ou então pede ao Conselho de Arbitragem que o dispense dos jogos que envolvam o nosso Clube.

Ao contrário do que acontece em demasiadas ocasiões com os ditos grandes, o SC Braga não ambiciona atingir o estatuto em que seja mais fácil beneficiá-lo do que prejudicá-lo. Exigimos, apenas e só, igualdade de tratamento. Exigimos que a classe arbitral olhe para todos os clubes sem distinguir a cor das camisolas, o número de adeptos ou o orçamento. Exigimos que alguma comunicação social deixe de lado interesses sombrios e faça análises factuais aos acontecimentos registados em todos os encontros. Exigimos respeito pela instituição Centenária que somos e por tudo o que fazemos, ano após ano, de forma a levarmos mais longe e mais alto o nome de Portugal.

Por último, e de forma a encerrar de uma vez por todas as dúvidas no encontro com o Famalicão – que de repente passou a ser de interesse nacional –, desafiamos o Conselho de Arbitragem e a Sport TV a divulgarem as imagens do VAR, as quais validaram a decisão de Manuel Oliveira em assinalar penálti por falta de Gustavo Assunção sobre Ricardo Horta. Será uma excelente forma de defender a verdade desportiva e a própria arbitragem portuguesa...

Agora que a ‘fotografia do pódio’ já está mais perto das vontades e necessidades dos três do costume e de toda a estrutura que continua a alimentar este fenómeno castrador da evolução do futebol em Portugal, cabe-nos cerrar os dentes, acertar agulhas e enfrentar a última fase da temporada com a ambição que nos marca e a qualidade que nos define. Uma coisa é certa: vão ter de contar connosco até ao derradeiro minuto da época.
Custe o que custar.
Custe a quem custar.


Equipa B: Que campanha está a fazer a equipa de Vasco Faísca. Invictos no Campeonato de Portugal, com 56 tentos certeiros e menos de uma dezena de golos sofridos, a equipa B do SC Braga venceu, este fim de semana, o Maria da Fonte (0-2) e carimbou a presença na Fase de Acesso à Liga 2 SABSEG.

Atletismo: O SC Braga sagrou-se vice-campeão de Corta Mato Longo na classificação coletiva masculina. Destaque para o 4º lugar de Luís Saraiva, assim como para o título de campeão nacional de sub-23 para Miguel Moreira.

Bruno Guimarães: O SC Braga/AAUM soma e segue e já soma quatro vitórias consecutivas e oito jogos sem perder. O técnico Bruno Guimarães revolucionou a equipa arsenalista e os resultados falam por si: os Gverreiros estão no 6º lugar da tabela e muito perto de garantir mais uma presença nos playoffs da Liga Placard.



No hay comentarios:

Publicar un comentario

Nota: solo los miembros de este blog pueden publicar comentarios.