En portada / Na capa_$type=slider$count=6$rm=0$show=home

Contracapa / Contraportada_$type=grid$count=3$m=0$sn=0$rm=0$show=home

Mascarón de proa_$type=three$m=0$rm=0$h=400$c=3$show=home

"A competitividade interna", una oportuna reflexión del profesor Costa

O Braga já está na final da Taça. 9 finais em 11 temporadas... O Braga é grande! Otro análisis del profesor Costa, otro certero análisis, ca...

O Braga já está na final da Taça. 9 finais em 11 temporadas... O Braga é grande!



Otro análisis del profesor Costa, otro certero análisis, cabría precisar. António Costa aborda un asunto trascendente...

A competitividade interna

Por ANTÓNIO COSTA

O dedo apontado à competitividade interna, ou à falta dela, foi feito por André Horta, depois do jogo de Roma, quando constatou um facto já muitas vezes falado, mas sem quaisquer consequências positivas, no panorama futebolístico nacional.

A desigualdade financeira entre clubes é demasiado evidente, criando um fosso a esse nível cada vez maior entre eles, que depois se reflete na construção de plantéis, em que uns gastam “tostões” e outros gastam muitos “milhões”, sendo forçados a disputarem as mesmas competições.

O governo aprovou, finalmente, a centralização de direitos televisivos, mas para entrar em vigor em 2027/2028. Muito tarde, diria eu, pois a medida é urgente e este distanciamento no tempo é surreal.

Outro fator que acentua o desnivelamento de vários jogos é o que diz respeito aos empréstimos de jogadores a outros clubes, que condicionam a disponibilidade de forças das outras equipas de igual modo contra todos os adversários, o que fere desde logo a verdade desportiva. Era preferível haver uma limitação de contratações na construção dos plantéis, evitando que alguns clubes sequem tudo à sua volta, inflacionando o custo dos atletas, e viabilizando nos clubes de menores recursos a criação de uma salutar independência.

Em Portugal, os treinadores em geral negam a disponibilidade para disputar os jogos, sempre em busca do ponto ou de uma vitória que resulte do erro adversário, porque trabalham em permanência debaixo de “chicote”, que estala ao fim de alguns resultados negativos, dando origem à famigerada chicotada psicológica. Os treinadores defendem o seu emprego, porque os projetos desportivos deste país são mera retórica sem sentido, que se desmoronam nas primeiras adversidades.

Em Portugal descer de divisão é um drama, porque as receitas, que já não eram muitas, diminuem drasticamente, em comparação com o exemplo inglês, em que uma equipa que desce recebe bastante dinheiro, de modo a reorganizar-se e lutar pelo regresso. Grandes diferenças, de facto.

Nas competições internacionais a diferença competitiva é enorme e ficou bem evidente nas eliminações do SC Braga, frente à AS Roma, e do Benfica, frente ao Arsenal, que até está longe dos tempos áureos.

É com tristeza que constato que as entidades responsáveis portuguesas nada fazem para alterar o rumo do futebol português, que caminha alegremente em direção ao abismo, se nada for feito urgentemente, condicionadas pelo colete de forças colocadas pelos três autoproclamados grandes, que impedem o seu desenvolvimento, porque cada um olha para o seu umbigo e ver para além disto exige um esforço muito grande aos dirigentes desse trio clubes.

Uma nota final para o relvado, onde o SC Braga chegou ao segundo lugar, depois de vencer na Choupana, onde o resultado “magro” podia ter sido “gordo”, e onde o nome de Abel Ruiz se destacou pela positiva, mesmo com algum azar à mistura na finalização. 

Já na Taça de Portugal, os Gverreiros do Minho foram valentes e “11 contra 11” deram um festival de bola no Dragão, chegando a 3-0. Depois, a expulsão discutível de Borja obrigou a um jogo de sofrimento, mas a vitória é justa e leva os minhotos ao Jamor, cinco anos depois.

Parabéns, SC Braga.

O professor Costa.


 

RÍAS BAIXAS TRIBUNA es una web de información, análisis, divulgación y crítica, contemplada en un planteamiento totalmente ajeno a lo comercial. El autor de RÍAS BAIXAS TRIBUNA no contrata publicidad alguna, ni tampoco recibe dinero alguno por la labor que realiza, lo que resulta suficientemente explicado en notas a pié de página de este site.
Salvo aquellos en donde hay referencia a sus autores o cita expresa con la firma de los mismos, todos los trabajos publicados en la web corresponden a la autoría directa del autor-director-editor de este site, o bien a hacerse eco -en todo o en parte- de informaciones, ideas, opiniones, imágenes y notas de prensa emitidas por terceros.
Sea como fuere : las opiniones vertidas en RÍAS BAIXAS TRIBUNA son de exclusiva responsabilidad de quienes las emiten y no representan, necesariamente, el pensamiento de esta publicación, por lo que el autor de esta web no se hace responsable -salvo aquellas que le son propias- de las ideas, datos, imágenes y opiniones de otros aquí reflejadas.
Nombre

-A EURORREGIÂO,285,-CORTOS Y DIRECTOS,27,-EL OCIO-TURISMO,70,-FRONTERAS,70,-LA CULTURA,69,-LA EURORREGIÓN,266,-LA VIDA,203,-Las Cosas de la Vida,2,-LAS OPINIONES,67,-LAS PERSONAS,87,-LOS DEPORTES,227,-m,1,-MAIS PORTUGAL,115,-MÁS ESPAÑA,76,-Ocio/Deportes/Espectáculos,1,-PORTADA,162,-PORTADA),409,-Y ADEMÁS...,189,+ GALICIA,1,1-EURORREGIÓN,330,10-OCIO-ESPECTACULOS,35,11-PORTUGAL TAMBIÉN,89,12-ESPAÑA TAMBIÉN,42,13-MÁS DE PORTADA,8,2-GALICIA,108,3-PORTUGAL,41,4-LAS COSAS DE LA VIDA,251,5 ASUNTOS DE PORTADA EN RÍAS BAIXAS TRIBUNA,470,5-OPINIÓN,82,6-OCIO-DEPORTES-ESPECTÁCULOS,157,7-MÁS EURORREGIÓN,151,8-EL ÚLTIMO PARTE,48,CAJÓN DE SASTRE,283,CLAVE INFORMATIVA,49,CORONAVIRUS,74,CORTOS Y LARGOS,13,CUADERNO FINAL,25,CULTURA Y ESPECTÁCULOS,19,CULTURA-SOCIEDAD-MEDIA,51,DEPORTES,311,EL ÚLTIMO PARTE,56,ESPAÑA,293,ESTAS TIERRAS Y ESTAS GENTES,12,EURORREGIÂO,16,EURORREGIÓN,35,EURORREXIÓN,39,FERROCARRIL,274,GALICIA,1122,GALICIA SUR,127,GRANDE REPORTAGEM,11,INTERNACIONAL,73,LA MIRILLA,31,LAS COSAS DE LA VIDA,583,LOS DEPORTES,16,MAIS PORTUGAL,23,MÁS ESPAÑA,8,MÁS GALICIA,186,MASS-MEDIA,493,Medios de Comunicación,10,OCIO,172,OCIO-ESPECTÁCULOS,149,OCIO-TURISMO,218,OPINION,123,OTRA PORTADA,10,PIE DE FOTO,23,PONTEVEDRA,188,PORTADA,39,PORTUGAL,570,PORTUGAL NORTE,67,PRIMER CUADERNO,26,PROVINCIA,614,PUNTOS DE VISTA,16,REPORTAJES,2,REPORTAJES-ARTÍCULOS,43,RETRATOS,88,SPORTING DE BRAGA,170,TAUROMAQUIA,145,VIGO,282,
ltr
item
RÍAS BAIXAS TRIBUNA: "A competitividade interna", una oportuna reflexión del profesor Costa
"A competitividade interna", una oportuna reflexión del profesor Costa
https://1.bp.blogspot.com/-Q_7DOclObFA/YEFgHxZ5RfI/AAAAAAAA9ZY/sMQmJANlVo0-3H-vxbgjaIBLHaXI_S0mgCLcBGAsYHQ/w679-h454/Evlsc8rWgAwo3jJ.jpg
https://1.bp.blogspot.com/-Q_7DOclObFA/YEFgHxZ5RfI/AAAAAAAA9ZY/sMQmJANlVo0-3H-vxbgjaIBLHaXI_S0mgCLcBGAsYHQ/s72-w679-c-h454/Evlsc8rWgAwo3jJ.jpg
RÍAS BAIXAS TRIBUNA
https://www.riasbaixastribuna.com/2021/03/a-competitividade-interna-una-oportuna.html
https://www.riasbaixastribuna.com/
https://www.riasbaixastribuna.com/
https://www.riasbaixastribuna.com/2021/03/a-competitividade-interna-una-oportuna.html
true
1496149115088572514
UTF-8
Loaded All Posts Not found any posts VIEW ALL Readmore Reply Cancel reply Delete By Home PAGES POSTS View All RECOMMENDED FOR YOU LABEL ARCHIVE SEARCH ALL POSTS Not found any post match with your request Back Home Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec just now 1 minute ago $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Yesterday $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Follow THIS PREMIUM CONTENT IS LOCKED STEP 1: Share to a social network STEP 2: Click the link on your social network Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy Table of Content