Câmara de Braga classifica Fonte do Pelicano como Bem de Interesse Municipal


Estrutura de traça barroca concebida sob o risco de André Soares.
Câmara de Braga classifica Fonte do Pelicano como Bem de Interesse Municipal.

A Câmara de Braga vai classificar a Fonte do Pelicano como Bem Cultural de Interesse Municipal. A proposta de abertura do procedimento de classificação será votada na próxima Reunião do Executivo Municipal, que se realiza Segunda-feira, 8 de Fevereiro.
Situada na Praça Municipal, a Fonte do Pelicano é uma estrutura compósita de traça barroca mandada edificar entre 1741 e 1756, pelo Arcebispo D. José de Bragança e com desenho do notável arquitecto Bracarense André Soares.
Para Miguel Bandeira, vereador do Património, a Fonte do Pelicano é um “monumento de elevado valor cultural, artístico e patrimonial que, apesar de ter sofrido algumas alterações com a sua deslocação para a Praça Municipal já no Século XX, é testemunho de uma época áurea da história da Cidade”.
Segundo o vereador, a Fonte do Pelicano é a primeira de um conjunto de cinco fontes históricas que a Câmara Municipal pretende classificar durante este ano, e que inclui ainda a Fonte do Castelo (Largo do Paço), a Fonte do Campo das Hortas, a Fonte de Santiago e ainda a Fonte do Largo Carlos Amarante.




No hay comentarios:

Publicar un comentario

Nota: solo los miembros de este blog pueden publicar comentarios.