ANÁLISIS) El Braga y su entrada ineficaz en el Año Nuevo) Por el profesor Costa

O SÍTIO DOS GVERREIROS
António Costa

ENTRADA INEFICAZ NO NOVO ANO


O SC Braga regressou à competição num jogo para a liga portuguesa em Alvalade, onde a luta era à partida desigual devido aos casos de COVID registados no plantel arsenalista, que desfalcavam a equipa, em especial na sua vertente defensiva. 

Para a história fica uma vitória leonina, fruto da sua eficácia e sorte imensa no jogo, em contraste com a entrada ineficaz no novo ano da equipa de Carlos Carvalhal, que ao intervalo já tinha desperdiçado três claras oportunidades de golo, incluindo uma bola no poste que não entrou por manifesto azar de Al Musrati, o que em jogos encaixados como este se revela determinante. 

O segundo tempo trouxe o primeiro golo bracarense, que seria anulado pelo VAR João Pinheiro, precisamente o mesmo que no Jamor, frente à B SAD, tinha colocado David Carmo a calçar 55 ou 60 para validar um golo claramente irregular dos azuis, que outrora foram do Restelo. A anulação do golo deixa-me dúvidas, dado o pouco rigor existente na colocação das linhas, que ainda tem muito para evoluir, rumo a uma transparência que se deseja. Espero que tenha sido apenas falta de formação de João Pinheiro, assim como dos outros árbitros, para lidar com a tecnologia, algo que se pode corrigir. 

O Sporting, alheio a tudo, marcou dois golos quando nada o fazia prever, na sequência de dois ressaltos, realçando de modo inequívoco que é mesmo a equipa com mais sorte e o seu treinador o mais afortunado de todos. Mas a sorte faz parte da vida, ainda que não dure sempre, pelo que cabe a Carlos Carvalhal retirar da contenda as coisas boas conseguidas, e que foram muitas, numa análise que vá muito para além do resultado observado.

Os casos de COVID em Braga deixaram a equipa mais debilitada e nem a recuperação de Sequeira e Galeno disfarçaram, pois acredito que o trabalho destes atletas ao longo do tempo de preparação do jogo foi limitado. Mas as ausências não justificam a derrota, pois na jornada anterior os bracarenses tinham goleado no Bessa, revelando a eficácia que faltou em Alvalade. Mas importa que as entidades competentes para o efeito expliquem porque é que uns jogos são adiados e outros não, para que não fiquem dúvidas nas pessoas. Pessoalmente, no entanto, não queria o adiamento do jogo, em função do calendário muito apertado do SC Braga, que tira horas de sono ao treinador Carlos Carvalhal.

A recuperação da maioria dos jogadores deve estar próxima e com ela a equipa ficará, por certo, mais forte, para encarar o que resta do mês de janeiro e que é muito, onde se inclui a decisão da Taça da Liga, numa fase final a quatro a disputar em Leiria, ainda que eu lamente a continuidade da ausência total de adeptos. É neste contexto de dificuldades que aguardo o ajustamento cirúrgico do plantel com a maior brevidade possível, mantendo a fé que nenhuma peça importante saia agora no mercado de inverno, a não ser que surja uma proposta séria de um clube que seja capaz de pagar os valores que os contratos definem. Para clubes endividados não quero ver qualquer saída, para desgosto da comunicação social.

É chegada a hora de virar a página e preparar os jogos que se aproximam, com a qualidade e competência habituais, pois também eu digo como o meu treinador, que "esta equipa joga muito" e promete fazer coisas boas, ainda que a equipa não tenha o reconhecimento da imprensa em geral, o que eu lamento.

Resta-me desejar que 2021 seja um ano melhor do que foi 2020, uma vez que os dias pandémicos que vivemos mudaram muita coisa, sendo meu desejo, e acredito de todos, que a normalidade regresse em breve.

El profesor Costa


En el acreditado portal deportivo en Internet, ZeroZero, cada semana escribe el profesor António Costa, socio y adepto contra viento y marea del Sporting Clube de Braga, además de un magnífico profesor de enseñanzas medias, personaje culto y afable, al que  mucho apreciamos desde hace ya casi tres lustros. Como antaño en "O Minho Desportivo" y en "Record", leemos a nuestro António Costa cada semana en ZeroZero, donde muestra su indudable amor al Braga, manifestado al lado de razonamientos sensatos y no exentos de lógica y bases fundadas. Tomamos buena nota de lo que dice y, con la debida venia, posteriormente, hacemos presentes sus apontamentos en el apartado de Ocio / Deportes / Sporting de Braga de RBT.

No hay comentarios:

Publicar un comentario

Nota: solo los miembros de este blog pueden publicar comentarios.