Page Nav

HIDE

Classic Header

{fbt_classic_header}


Breaking News:

latest
"rías baixas tribuna") Por el final de las absurdas fronteras (políticas, sociales, económicas...) que aún subsisten entre España (singularmente Galicia) y Portugal...y que tanto perjudican a la ciudadanía ibérica

Tauromaquia : los antitaurinos del BE y PAN atacan de nuevo

"RIAS BAIXAS TRIBUNA" es una web que funciona sin ánimo de lucro alguno.  Es de agradecer el interés que muestras por esta opción....

"RIAS BAIXAS TRIBUNA" es una web que funciona sin ánimo de lucro alguno. Es de agradecer el interés que muestras por esta opción...


Arrecia la polémica política en Portugal, 
en pleno "Estado de Emergencia" por la pandemia de la Covid. 
Pero no por la enfermedad y sus consecuencias, sino por iniciativas 
parlamentarias tendentes a ir socavando los cimientos de la Tauromaquia, 
con el objetivo de derribar este edificio del mundo de los Toros.

Em plena crise pandémica: BE e PAN mais preocupados em "pressionar" Governo a "vetar" Tauromaquia a menores de 18



Já se encontra publicado na actividade parlamentar o projecto-lei 580/XIV do Bloco de Esquerda que pretende interditar a menores o trabalho em atividades tauromáquicas, profissionais ou amadoras, assim como a assistência a eventos tauromáquicos.
Depois do chumbo em 2016, o BE volta à carga e reincide num projecto de lei que prevê que só possam participar em eventos tauromáquicos maiores de 18 anos, inclusive na assistência.
Também as transmissões televisionadas são visadas na vontade ditadora do BE que, segundo uma das suas deputada, "deve ser remetida para horários que não são de acesso totalmente indiscriminado" e propõem que apenas passem entre as 22h30 e as 6h e com bolinha vermelha.

O PAN associa-se à "causa", ou não fosse a abolição da Tauromaquia o principal (se não único) objectivo de um partido que já por diversas vezes manifestou a sua linha de pensamento e de imposição a todos.

Já em 2018, Hélder Milheiro, secretário-geral da PróToiro – Federação Portuguesa de Tauromaquia, acusou o Governo de estar a tentar “limitar ou proibir o acesso dos menores à tauromaquia”, quando o Estado tem a “obrigação constitucional de promover a acessibilidade de todos à Cultura”.

Hélder Milheiro salientou ainda que “A educação de uma criança e os lugares que frequenta ou não frequenta são escolhidos consoante aquilo que são os valores, educação e caminhos feitos pelos pais. Obviamente com a liberdade e opinião da criança”, acreditando que esta medida é “absurda” e “não tem qualquer fundamento”. “Neste Governo socialista tem-se verificado este ataque à tauromaquia, obviamente com o apoio do Bloco de Esquerda e do PAN, com um discurso de ódio e radical que lamentamos profundamente”, rematava Hélder Milheiro nas declarações de 2018 em que este tema voltou a surgir em cima da mesa.
Agora, em 2020, Hélder Milheiro remete para a confiança no trabalho da Prótoiro que está, como sempre, atenta ao assunto.

Este é portanto um tema recorrente, e por isso não se estranha vindo de onde vem, o que causa choque é verificarmos que a preocupação de dois partidos políticos neste momento difícil e de incógnita que todos atravessamos, seja a Tauromaquia e mais precisamente a sua abolição, e não necessariamente a saúde e a economia dos portugueses. E pior, saber que temos um Governo disposto a vender a liberdade das crianças e o direito de escolha dos seus pais, em troca de apoios parlamentares.

(Publicado en "Naturales, Correio da Tauromaquia)

____________________


Opinião : "Fartos de politicamente correcto"



O PS depois de inúmeras derrotas do PAN no parlamento aceita por desespero político atacar a Tauromaquia... já esperávamos, mas não deixamos de considerar pouco ético, repugnante e politicamente degradante.

Temos o suposto maior partido português vendido a um partido extremista e dominado por interesses e pressões internacionais, numa iniciativa de censura cultural. PORTUGAL, o país das liberdades e do cravo ao peito é comandado por políticos com duas caras e que por votos e pelos seus poleiros estão dispostos a vender a alma ao diabo, mesmo quando isso significa atacar uma Ativadade cultural e económica como a Tauromaquia.

Mas mais, hoje, uma vez mais, o estado tenta ingerir-se não só na tauromaquia, mas, fundamentalmente na vida familiar de cada um de nós, tenta boicotar e limitar o direito de escolha e de liberdade cultural de um determinado número de cidadãos e suas famílias.

Não podemos aceitar. 

Não aceitamos que queiram educar as nossas crianças. 

Não aceitamos que por decreto ousem ingerir-se no direito das nossas crianças de assistirem ao que gostam, com quem gostam.

Não aceitamos que vendam a cultura por votos num parlamento, demonstrando um desespero e uma incapacidade de governação sem muletas e sem necessidade de extremar e discriminar franjas da população.

Hoje que tantos enchem a boca com revoltados com as eleições americanas e uma possível eleição de Trump, olhem para dentro, percebam a falência dos nossos e a facilidade com que censuram e impõe os seus gostos pessoais e manias a quem for preciso em troca de votos.

Acorda Portugal.

Francisco Potier Dias.

P.S. / Convido todos a assinarem a petição pelos nossos direitos :
https://peticaopublica.com/?pi=PT94978

Prensa española :

Portadas de Prensa española están al final