Noche muy importante para FC Porto en la Champions

"RIAS BAIXAS TRIBUNA" es una web que funciona sin ánimo de lucro alguno. Es de agradecer el interés que muestras por esta opción...

¿Cómo afronta el FC Porto su partido de esta noche, en Marsella, para la Champions?. Nos lo responde desde la propia casa de O Dragâo, Manuel T. Pérez, que aprovecha para refrescarnos la memoria con alguna efeméride del día. Veamos :

Bom dia,

Queremos honrar a história que o FC Porto tem na Liga dos Campeões”. Quem o diz é Sérgio Conceição, recordista de pontos na Champions ao serviço do FC Porto enquanto treinador (2018/19) e como jogador (1996/97). Na antecâmara do desembarque na Costa Azul, o timoneiro da armada da Invicta confessa que já “esperava ter nove pontos” na “melhor competição de clubes do mundo”. Esta noite (20h00, TVI/Eleven Sports) os campeões de Portugal sobem ao relvado do Vélodrome na “expetativa de querer ganhar o jogo”, anuncia o técnico dos Dragões.

Outro Sérgio, igualmente com raízes no FC Porto, prometeu: “Vamos entrar com o espírito que nos caracteriza e com máxima intensidade”. “Vamos ser uma equipa trabalhadora e que coloca exigência nela própria, com uma vontade enorme de ganhar”, acrescentou Sérgio Oliveira. Na opinião do atleta formado nas escolas portistas, a partida será “de vida ou de morte” para o Marselha, que terá pela frente “uma equipa que também quer os três pontos”.

Na véspera de novo reencontro com a equipa técnica de André Villas-Boas, Ricardo Carvalho e companhia, o plantel azul e branco continuou a trabalhar em busca da terceira vitória europeia. Ontem de manhã, ainda no Olival, os Dragões deram por concluída a preparação para a cimeira no Sul de França. Matheus Uribe juntou-se a Marcano, Mbaye, Pepe e Marko Grujic no lote de atletas entregues aos cuidados do Departamento de Saúde. Mesmo com os respetivos nomes presentes no boletim clínico, o nosso capitão e o médio sérvio integraram a comitiva rumo a Marselha.

Aconteceu


Há trinta anos, a bazófia de Ivkovic saiu-lhe cara. Nesta data, em 1990, o FC Porto recebia o Sporting de Lisboa. Dias antes, o guarda-redes leonino desvalorizou as bolas paradas de Geraldão, gesto técnico que garantiu conseguir defender. O que é que terá acontecido ao quinto minuto de jogo? Exatamente o que todos esperavam. Num livre a mais de trinta metros de distância, o central brasileiro fuzilou as redes da baliza Norte e deixou o jugoslavo pregado ao chão. A vinte minutos do fim, Kostadinov cruzou e Jorge Couto só teve de encostar para fazer um resultado final que deixou as Antas em apoteose.

Para ver

Enquanto o relógio não marca 20 horas nesta quarta-feira que se prevê cinzenta um pouco por todo o território continental, veja ou reveja a conferência de imprensa de ontem e os exclusivos de Sérgio Conceição e Sérgio Oliveira à FC Porto TV. Caso os minutos continuem a teimar em passar, a videoteca do nosso associado Pedro Cardona costuma ser uma preciosa ajuda. Recorde os golos apontados por Maniche, Derlei e Alenitchev em pleno Vélodrome numa Liga dos Campeões de ótimas memórias

Para ouvir 

Este é o dia em que, muito provavelmente, boa parte dos nossos adeptos terá ficado a conhecer uma música que os marcará para sempre. A 25 de novembro de 1992 teve início a fase de grupos da edição inaugural da Champions. Desde que o Estádio das Antas se vestiu de gala para receber o PSV e estrear a nova competição da UEFA, somamos, para já, mais 23 presenças e uma conquista da prova. Hoje, a composição de Tony Britten volta a ecoar na cabeça de inúmeros portistas ansiosos pelas oito badaladas. Até lá, fique com a melhor versão do hino da Liga dos Campeões: aquela que termina com o FC Porto a erguer a orelhuda. Não é para todos.

Manuel T. Pérez






No hay comentarios:

Publicar un comentario

Nota: solo los miembros de este blog pueden publicar comentarios.