BREAKING NEWS
latest

468x60

header-ad

Portugal-Covid : Gobierno aplica medidas especiales a 121 municipios (70% de la población) desde el día 4/11

LISBOA / BRAGA .- El presidente del Consejo de Ministros de Portugal anunció una conversación en las próximas 48 horas con el Presidente de la República para proponerle que decrete el Estado de Emergencia, para que este sea aplicado a todos aquellos municipios portugueses que sobrepasen un límite determinado de casos de Covid por cada 100.000 habitantes. En todo caso, todos esos municipios (121 en Portugal en estos momentos, lo que representa el 70% de la población) pasarán a estar regulados, a partir del 4 de noviembre y durante un mínimo de 15 días prorrogables, por una serie de normas esta anoche anunciadas por el premier Antonio Costa, que se unen a las ya vigentes para todo el país en general. Monçâo, Melgaço, Ponte da Barca, Montalegre y Vinhais, municipios fronterizos con Galicia, no están en la lista de los 121 concellos que a partir del día 4 entran en las medidas especiales y probable aplicación de un "Estado de Emergencia" matizado, si el Presidente de la República en breve lo autoriza.


Teletrabalho obrigatório e dever cívico de confinamento entre novas medidas restritivas para travar Covid-19.  /  António Costa anunciou ainda que estabelecimentos comerciais são obrigados a encerrar às 22h00. Conheça todas as medidas que entram em vigor a 4 de novembro.

"Já solicitei ao senhor Presidente da República uma audiência, tendo em vista transmitir-lhe o que o Conselho de Ministros entendeu sobre a eventual declaração do estado de emergência aplicável ao conjunto dos concelhos que venham a ser abrangidos caso cumpram o critério de terem mais de 240 infetados por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias", declarou António Costa.


Novas medidas em 121 municípios para travar a propagação da Covid-19 em Portugal :

Definido critério para aplicar medidas especiais em concelhos de risco - 240 casos por 100 mil habitantes (Surto confinado são exceções à regra). Esta medida abrange neste momento 121 concelhos, estando todos os concelhos da Grande Lisboa e do Grande Porto incluídos nestes critérios.

-Dever cívico de recolhimento domicilário;

-Desfasamento de horários no trabalho;

-Restaurantes só podem ter seis pessoas por mesa e são obrigados a encerrar às 22h30;

-Teletrabalho obrigatório salvo, impedimento do trabalhador;

-Celebrações sociais reduzidas a cinco pessoas;

-Estabelecimentos comerciais encerram às 22h00;

-Proibidas feiras e mercados de levante.

Medidas de reforço do SNS :

-Reativação de espaços de retaguarda;

-Contratação de enfermeiros reformados para rastreio de contactos;

-202 novas camas UCI;

-Regime excepcional de contratação de enfermeiros para UCI;

-Declaração provisória de isolamento profilático pelo SNS24.


Os concelhos de Lisboa e do Porto estão entre os 121 municípios que entrarão em confinamento parcial a partir de quarta-feira devido à pandemia de covid-19, anunciou este sábado o primeiro-ministro.
Segundo disse o primeiro-ministro após o Conselho de Ministros extraordinário que decidiu novas medidas para controlar o aumento de casos de covid-19 no país, o confinamento parcial irá aplicar-se em concelhos com mais de 240 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias, destaca a agencia Lusa.

Na Área Metropolitana de Lisboa, os 18 concelhos que a compõem estão na lista daqueles em que se irão aplicar as novas medidas: Alcochete, Almada, Amadora, Barreiro, Cascais, Lisboa, Loures, Mafra, Moita, Montijo, Odivelas, Oeiras, Palmela, Seixal, Sesimbra, Setúbal, Sintra e Vila Franca de Xira.

Na região Norte estão todos concelhos capitais de distrito, designadamente Viana do Castelo, Braga, Vila Real, Bragança e Porto, assim como municípios como Gondomar, Guimarães, Maia, Matosinhos, Ovar e Póvoa de Varzim.
Na lista dos 121 concelhos constam ainda municípios da região Centro como Aveiro, Guarda e Castelo Branco, excluindo alguns como Coimbra e Viseu.
Mais a Sul, entrarão em confinamento parcial concelhos como Sines, Beja, Redondo e São Brás de Alportel.

Cento e vinte e um municípios vão ficar abrangidos, a partir de quarta-feira, pelo dever cívico de recolhimento domiciliário, novos horários nos estabelecimentos e teletrabalho obrigatório, salvo "oposição fundamentada" pelo trabalhador, devido à covid-19.
Os restaurantes nestes 121 concelhos do continente não poderão ter mesas com mais de seis pessoas e o seu horário de fecho passa a ser as 22:30.
Os estabelecimentos comerciais terão de fechar, na generalidade, às 22:00.
Também nestes territórios, ficam proibidas as feiras e os mercados de levante, e os eventos e celebrações ficam limitados a cinco pessoas, exceto nos casos em que os participantes pertencem ao mesmo agregado familiar.

As novas medidas entrem em vigor a 4 de novembro 
e estarão em vigor nos seguintes concelhos:

Alcácer do Sal,
Alcochete,
Alenquer,
Alfândega da Fé,
Alijó,
Almada,
Amadora,
Amarante,
Amares,
Arouca,
Arruda dos Vinhos,
Aveiro,
Azambuja,
Baião,
Barcelos,
Barreiro,
Batalha,
Beja,
Belmonte,
Benavente,
Borba,
Braga,
Bragança,
Cabeceiras de Basto,
Cadaval,
Caminha,
Cartaxo,
Cascais,
Castelo Branco,
Castelo de Paiva,
Celorico de Basto,
Chamusca,
Chaves,
Cinfães,
Constância,
Covilhã,
Espinho,
Esposende,
Estremoz,
Fafe,
Figueira da Foz,
Fornos de Algodres,
Fundão,
Gondomar,
Guarda,
Guimarães,
Idanha-a-Nova,
Lisboa,
Loures,
Macedo de Cavaleiros,
Mafra,
Maia,
Marco de Canaveses,
Matosinhos,
Mesão Frio,
Mogadouro,
Moimenta da Beira,
Moita,
Mondim de Basto,
Montijo,
Murça,
Odivelas,
Oeiras,
Oliveira de Azeméis,
Oliveira de Frades,
Ovar,
Palmela,
Paredes de Coura,
Paredes,
Penacova,
Penafiel,
Peso da Régua,
Pinhel,
Ponte de Lima,
Porto,
Póvoa de Varzim,
Póvoa do Lanhoso,
Redondo,
Ribeira da Pena,
Rio Maior,
Sabrosa,
Santa Comba Dão,
Santa Maria da Feira,
Santa Marta de Penaguião,
Santarém,
Santo Tirso,
São Brás de Alportel,
São João da Madeira,
São João da Pesqueira,
Sardoal,
Seixal,
Sesimbra,
Setúbal,
Sever do Vouga,
Sines,
Sintra,
Sobral de Monte Agraço,
Tabuaço,
Tondela,
Trancoso,
Trofa,
Vale da Cambra,
Valença,
Valongo,
Viana do Alentejo,
Viana do Castelo,
Vila do Conde,
Vila Flor,
Vila Franca de Xira,
Vila Nova de Cerveira,
Vila Nova de Famalicão,
Vila Nova de Gaia,
Vila Pouca de Aguiar,
Vila Real,
Vila Velha de Ródão,
Vila Verde,
Vila Viçosa,
Vizela.


António Costa, esta noche, en las televisiones portuguesas


« PREV
NEXT »