Page Nav

HIDE

Classic Header

{fbt_classic_header}


Breaking News:

latest
"rías baixas tribuna") Por el final de las absurdas fronteras (políticas, sociales, económicas...) que aún subsisten entre España (singularmente Galicia) y Portugal...y que tanto perjudican a la ciudadanía ibérica

Famalicâo. Cuca Roseta conmemora los 21 años de la muerte de Amália Rodrigues

VILA NOVA DE FAMALICÂO. - Promete ser un gran concierto, en la Casa das Artes -Grande Auditorio- de Vila Nova de Famalicâo, porque Cuca Rose...

VILA NOVA DE FAMALICÂO. - Promete ser un gran concierto, en la Casa das Artes -Grande Auditorio- de Vila Nova de Famalicâo, porque Cuca Roseta es mucho como cantante. Pero claro... el aforo es limitado por las cauciones propias anti-covid. Pero estamos ante una gran cita para este fin de semana...

A morte só mata quando deixamos. Enquanto celebrarmos a vida que a antecedeu, pode ser contrariada e menorizada. A vida enquanto percurso, enquanto afirmação, enquanto legado e enquanto força capaz de inspirar outros a fazerem o seu próprio caminho. De certa forma, é isso que está por detrás do disco “Amália por Cuca Roseta”. Mais do que uma homenagem de Cuca Roseta à maior voz do fado, trata-se sobretudo de um agradecimento pessoal a uma mulher e a uma obra que, desde o primeiro momento, se tornaram um alicerce fundamental para o seu crescimento artístico enquanto fadista.

Amália Rodrigues despediu-se do mundo a 6 de Outubro de 1999. Há 21 anos, portanto. Mas o seu génio é demasiado flagrante para que deixe de ser celebrado – e nunca será de mais lembrar uma obra que partiu do fado, virou o fado do avesso e convocou também outras músicas populares para o seu universo. É essa enorme vastidão de registos que Cuca Roseta leva também para o palco, celebrando um reportório que só ao ser reinterpretado pode manter-se vivo e capaz de conquistar novos públicos.

Ao celebrar o seu encontro com a obra de Amália, Cuca Roseta celebra também a vida e os seus encontros. Aqueles que, em cada momento, fazem de cada um de nós aquilo que somos. E a quem, muitas vezes, falta dizê-lo assim, com todas as letras: Obrigado, Amália. Para não esquecer nunca o porquê de estarmos aqui.

“Amália por Cuca Roseta” é um espetáculo único, marcante, que celebra de uma forma irrepreensível e magistral, tudo o que Amália nos deixou.

Músicos:
Cuca Roseta – Voz
Tuniko Goulart – Viola
Marino de Freitas – Baixo
Sandro Costa – Guitarra Portuguesa
Ruben Alves – Teclado


Cuca Roseta presents his new work, homage to Amália. 




Prensa española :

Portadas de Prensa española están al final