En el "Diogo Bernardes" (Ponte de Lima) : Cati Freitas regressa com novo single a voz e piano.

A 28 de Novembro, às 22h00, concerto de Cati Freitas, ao piano, no Teatro Diogo Bernardes, em Ponte de Lima.

Os bilhetes (5,00€) sâo disponibilizados a partir das 9h30 do dia 9 de Outubro (sexta-feira), na bilheteira física do Teatro Diogo Bernardes e a partir das 14h00 na bilheteira electrónica (https://www.bol.pt/…/91288-cati_freitas-municipio_d…/Sessoes)
O número máximo de entradas a adquirir na bilheteira física, apenas no caso de existirem filas, será de 4 bilhetes por pessoa, cumprindo-se a lotação estabelecida em cumprimento do Plano de Contingência Covid-19, de acordo com a planta da sala adaptada em função do mesmo (https://www.facebook.com/…/pcb.3457943540…/3457846717580515/).
- Lugares individuais na plateia e para coabitantes (2, 3 e 4 lugares) nas frisas e camarotes.
- Os bilhetes para as frisas e camarotes serão vendidos em bloco, na totalidade dos lugares.
Maiores de 6 anos.
Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 258 900 414 ou pelo email teatrodb@cm-pontedelima.pt.

Cati Freitas regressa com novo single a voz e piano.


Do álbum “Estrangeira”, lançado em 2018, (re)nasceu a 9 de Janeiro “Falo com Deus” numa versão a voz e piano.
“Estrangeira”, editado há um ano, iniciava a sua divulgação quando, devido a uma gravidez de risco, viu interrompida a sua subida aos palcos. Durante esse tempo, o piano e as canções tornaram-se a companhia de Cati Freitas: “essa simplicidade deu origem à vontade de, no meu regresso aos palcos, poder trazer as canções do "Estrangeira" a piano e voz, onde tudo sempre começa. A voz fica ao léu, as letras também. Sem subterfúgios. Sem distracções. E é nesse lugar mais despido que desejo encontrar-me com aqueles que me forem ver.”
"Falo com Deus" é a canção escolhida para marcar este regresso. A piano e voz Cati Freitas procura “levar uma leveza e uma fé, não religiosa, a sugerir o encontro com o divino que nos habita”. Esse lugar onde acredita que “residem a paz e as respostas que tantas vezes pedimos.

Normas sociais no Teatro Diogo Bernardes, com ocasiâo deste tempo de pandemia...

MUITO IMPORTANTE :
- As portas abrirão, pelo menos, uma hora antes do início dos espectáculos e pede-se aos espectadores que compareçam mais cedo, com, pelo menos, meia-hora de antecedência para se efectuarem todos os procedimentos de segurança.
- Os espectáculos terão início à hora marcada.
- Não será permitida a entrada após o início dos espectáculos.
- Os espectadores devem cumprir rigorosamente todas as instruções dos assistentes de sala, devidamente identificados e em nenhum caso poderão trocar de lugares ou deslocar-se pelo recinto sem motivo justificado.
- No final de cada espectáculo, os espectadores deverão, obrigatoriamente, permanecer sentados nos seus lugares até serem instruídos pelos assistentes de sala para abandonar o recinto, por local diferente da entrada, de forma disciplinada e respeitando o distanciamento físico.

POR FAVOR, NÃO ESQUEÇA :
- É obrigatório o distanciamento físico de 2 metros no acesso ao recinto e às bilheteiras (a lotação da bilheteira do Teatro Diogo Bernardes é de 1 pessoa).
- É obrigatória a medição de temperatura de todos os presentes, sem registo escrito, à entrada do recinto.
- É obrigatória a higienização das mãos à entrada no recinto.
- É obrigatório o uso de máscara por parte do público durante todo o tempo dos espectáculos.
- A abertura do teatro será antecipada para assegurar o acesso atempado ao mesmo, devendo os espectadores dirigir-se de imediato aos lugares indicados pelos assistentes de sala, cumprindo rigorosamente as instruções dos mesmos.
- A permanência nos locais de atendimento deve ser limitada ao tempo estritamente necessário à realização do atendimento.
- O bar do Teatro Diogo Bernardes encontra-se encerrado.
- Nas instalações sanitárias, feminina e masculina, apenas serão permitidas duas pessoas em simultâneo, situação que será sempre controlada por um assistente de sala à entrada das mesmas.
- Não será permitida a permanência de espectadores no interior do Teatro Diogo Bernardes após o final dos espectáculos.