BREAKING NEWS
latest

468x60

header-ad

6 operaciones, coma inducido... mes y medio después el forcado Rosmaninho sale del hospital

La historia nos la recuerdan hoy, las webs especializadas del mundo taurino, touradas.pt y "Naturales, Correio da Tauromaquia" (imagen de Florindo Piteira). El calvario de nada menos que un mes y medio que ha tenido que pasar un valiente forcado portugués, para salir del hospital con vida y restablecido a lo que parece... Los forcados siguen siendo en la Tauromaquia portuguesa las figuras que, con frecuencia, corren más y mayores riesgos... habiendo perdido la vida ya no pocos de ellos, a lo largo de la historia, o sufrir lesiones que les han llevado a estados lamentables.

Mais de um mês depois: João José Rosmaninho teve alta hospitalar


Após um mês e dezoito dias internado, o Forcado João José Rosmaninho, do Grupo de Forcados Amadores de São Manços, teve hoje alta.

A 12 de Setembro de 2020 em Reguengos de Monsaraz, ao tentar pegar um Toiro da dura e histórica ganadaria Fernandes de Castro, o Forcado realizou uma grande tentativa, passando por todo o Grupo e embatendo sozinho nas tábuas. O impacto foi tão forte que resultou numa grave fratura do fígado e consequente hemorragia interna.

Desde esse dia, seguiu-se uma verdadeira cronologia de pequenas/grandes vitórias. Começou por se temer o pior, com o Forcado a ser transportado para o Hospital de Évora e em seguida para o Hospital de Santa Maria em Lisboa, onde permaneceu até hoje.

Devido à gravidade da lesão e às muitas dores, provenientes não só da fratura do fígado mas também nas costelas e clavícula, os médicos optaram por colocar o João em coma induzido, permanecendo assim até ao dia 21 de Setembro. Tudo isto, em altura de pandemia, o que se imagina um sofrimento ainda maior para os seus Pais, Amigos e Familiares. Nem os Pais, ao longo de todo este tempo, puderam visitar o filho, mesmo após ter sido retirado o ventilador, não era permitido que falassem com ele. O primeiro contacto foi no dia 24 de Setembro, doze dias após o incidente, por vídeo chamada.

A 26 de Setembro o João conseguiu comer pela primeira vez e a 30 do mesmo mês começaram a fechar a barriga. Apenas passado vinte e dois dias, os Pais do Forcado tiveram autorização para o visitar e ver ao vivo o seu estado. Passado apenas dois dias, o João voltou ao bloco operatório devido a uma infeção no líquido biliar que lhe provocou um abcesso, vencendo mais uma etapa.

Ao longo deste período o João venceu seis idas ao bloco operatório, seis sucessivas batalhas que lhe permitiram vencer uma guerra que parecia interminável.


« PREV
NEXT »