Benfica y V. Guimaraes no podrán colar asociados en sus palcos presidenciales como pretendían...

La LigaPortugal hizo público hoy un comunicado en el que deja bien claro que intenciones como las del Benfica o el Vitória de Guimaraes de colar unas docenas de asociados, como invitados, en el palco presidencial, en los partidos que ambos clubs jueguen en sus estadios, no son de recibo...


"No passado dia 7 de Setembro a Liga Portugal divulgou, ao abrigo do n.º 2 do artigo 2.º do Regulamento da Federação Portuguesa de Futebol - Retoma da Prática Competitiva de Futebol, Futsal e Futebol Praia, COVID-19, e nos termos da disposição transitória 1.ª do Regulamento das Competições organizadas pela Liga Portugal (RC), o Plano de Retoma do Futebol Profissional.

Tal Plano foi elaborado em conjunto pela Liga Portugal com os Departamentos Médicos e os Departamentos de Futebol de todas as Sociedades Desportivas.

O referido plano contempla, além do mais, as orientações relativas à organização dos jogos das competições profissionais da época desportiva 2020-21, que integram as normas e procedimentos estabelecidos na orientação 036/2020 da Direção-Geral da Saúde, que qualificou o futebol como uma atividade de risco médio.

A Liga Portugal remeteu para a Direção-Geral de Saúde o plano em causa e não recebeu daquela entidade qualquer reparo ou recomendação de melhoria ao documento.

No ponto 2.6, do anexo I, do referido Plano exarou-se que:

2.6. TRIBUNAS E CAMAROTES

• Tribuna Presidencial com uma lotação máxima de 50%;
• Tribunas Presidenciais devem garantir lugar para:
- Os elementos regulamentarmente previstos para a equipa visitante;
- 2 elementos máximo FPF (observador e observador de seleções);
- Representantes da Liga Portugal em funções ao jogo.

Ora, resulta claro que na ocupação da Tribuna Presidencial, em nenhum momento se considerou a presença de sócios ou adeptos, mas sim o estipulado regulamentarmente e a orientação deste espaço para a presença de entidades regulamentares e/ou protocolares, aliás como tivemos oportunidade recente de verificar nos jogos da UEFA Champions League, realizados no nosso país, onde foi visível a presença das mais diversas representações protocolares e institucionais.

Qualquer interpretação distinta da que aqui está descrita é abusiva e desenquadrada daquilo que ficou acordado com as Sociedades Desportivas.

Como é do conhecimento público, a Liga Portugal tem agendada para o próximo dia 2 de Outubro uma reunião com a Secretaria de Estado da Saúde e a Direção-Geral da Saúde, para a continuidade do debate sobre a integração faseada de público nos estádios e onde será também abordada a possibilidade de ocupação de zonas corporate do estádio, algo que não se encontra permitido no plano de organização de jogo em vigor.

Por último, e em relação às considerações expressas no comunicado hoje publicado pelo Sport Lisboa e Benfica, Futebol SAD, a Liga Portugal, como tem sido seu tom ao longo das últimas épocas, não irá esgrimir acusações públicas com um dos seus associados."




Artículo Anterior Artículo Siguiente