Greta Thunberg vence prémio Gulbenkian para a Humanidade

A ativista Greta Thunberg venceu a primeira edição do prémio Gulbenkian para a Humanidade, no valor de um milhão de euros, que vão ser aplicados no combate às alterações climáticas.
Numa mensagem áudio dirigida à cerimónia de apresentação do prémio, o presidente do júri e ex-presidente da República Portuguesa, Jorge Sampaio, salientou que a adolescente sueca "conseguiu mobilizar as gerações mais novas para a causa do clima".

A reação de Greta Thunberg ao prémio Gulbenkian: "honrada e grata"

Através da fundação com o seu nome, Greta Thunberg vai aplicar o dinheiro do prémio em ações de combate às alterações climáticas, começando pela campanha SOS Amazonia, dedicado a ajudar as populações da Amazónia a enfrentarem a pandemia da covid-19, com 100 mil euros.
Outros 100 mil euros vão ser encaminhados para a Stop Ecocide Foundation, que pretende criar a figura criminal do "ecocídio" no caso de atentados em massa contra o meio ambiente e a natureza.

Imagen de Greta, foto de Frankie Fouganthin

Artículo Anterior Artículo Siguiente