Monumentos históricos de Guimarães con record de visitantes en 2019

Carolina Morgado, del portal "Opçâo Turismo", echó las cuentas y estas arrojan un saldo muy positivo en concepto de afluencia de turistas a los locales históricos y emblemáticos de Guimaraes.
Em 2019, o Paço dos Duques de Bragança e o Castelo de Guimarães, voltaram a registar números recordes de visitantes. Estes dois equipamentos histórico-culturais da cidade-berço continuam a ser um ponto de paragem para muitos turistas com mais de 800 mil visitas.
O Paço do Duques acolheu 463.607 visitas em 2019, mais 10,1% do que no ano anterior e mais 23% do que em 2017.Das mais de 460 mil visitas, 294.684 formam estrangeiros, o que representa 63,6% dos visitantes.
Igualmente, o Castelo de Guimarães assinalou 374.513 visitas, um aumento de 9% e 16,8% quando comparado com 2018 e 2017, respectivamente. De referir que das mais de 370 mil visitas, 241.226 foram estrangeiros, representando 64,4% dos visitantes.
No ano em análise, apenas o Museu de Alberto Sampaio registou uma diminuição no número de visitas, tendo-se verificado 72.099 visitantes, menos 3.707 visitas do que em 2018 (-4,9%) e menos 29.777 (-29,2%) do que em 2017. O mesmo aconteceu ao teleférico de Guimarães que viu o número de viagens diminuir no último ano, muito por causa da manutenção a que esteve sujeito.
Por sua vez, O Museu Arqueológico e a Citânia de Briteiros viram o número de visitas aumentar em 2019, com 3.404 visitantes, mais 1038 do que no período homólogo, totalizando um crescimento de 43,9%.

Artículo Anterior Artículo Siguiente