Estratégia para a estruturação, proteção e valorização das rotas portuguesas dos Caminhos de Santiago

El proyecto de la Xunta, plan "FacendoCamiño", ha tenido gran resonancia en Portugal, donde varios medios han destacado las líneas maestras del nuevo plan turístico gallego.
Luis de Magalhâes, especialista de "Opçâo Turismo", lo explicaba así :
O projecto “Facendo Caminho”, uma estratégia para a estruturação, proteção e valorização das rotas portuguesas dos Caminhos de Santiago na euro-região Galiza-Norte de Portugal, foi recentemente apresentado no Porto.
“Facendo Caminho»” representa um investimento de 657 499 euros e segundo Luís Pedro Martins, presidente da TPNP, pretende consolidar os Caminhos de Santiago como um produto estratégico, impulsionando-o como recurso patrimonial, cultural e natural transfronteiriço, capaz de gerar actividades turísticas e económicas que contribuam para o desenvolvimento socioeconómico do território.
O projecto, que decorre até dezembro de 2021, vai focar-se na melhoria das condições conjuntas e de afluência aos caminhos, reforçando a identidade transnacional e incrementando a participação das populações locais na proteção e conservação das rotas.
Destaque para uma série de acções tendentes à promoção e sinalização do património através das novas tecnologias e para a elaboração de um estudo rigoroso e documentação do património cultural transfronteiriço associado ao fenómeno Jacobeu, o Ano Santo que se celebra em 2021, já com a abertura da Porta Santa ainda em 2020.
Os promotores estimam que o projecto “Facendo Caminho” possa contribuir para um crescimento anual de peregrinos na ordem dos dois pontos percentuais, reforçando o aumento já registado nos últimos anos.
Os Caminhos de Santiago são uma rota milenar seguida por milhões de peregrinos desde o início do século IX, quando foi descoberto o sepulcro do Apóstolo Santiago. Desde então, pessoas de todos os cantos do mundo percorrem os caminhos que conduzem à catedral onde se veneram as relíquias do Santo Apóstolo, dando origem a um fenómeno que se mantém e reforça de dia para dia.