O Turismo do Porto e Norte de Portugal fechou o ano de 2018 em alta, registando uma subida acima dos 5%



O Turismo do Porto e Norte de Portugal fechou o ano de 2018 em alta, registando uma subida acima dos 5%. Este resultado coloca a região como o destino nacional com maior crescimento e o que consegue mais dormidas de residentes em dezembro, mês em que alcança, no total, o segundo lugar em proveitos e o terceiro em termos de taxa de ocupação cama. O número de dormidas de não residentes também apresenta uma linha ascendente, com uma subida na ordem dos 6%.
O portal "Opçâo Turismo" refere também que os números comprovam a vitalidade e as potencialidades que o Turismo do Porto e Norte oferece. Durante o ano transacto, registaram-se 7,9 milhões de dormidas na região (uma subida acima dos 5%) e 4,3 milhões de hóspedes (crescimento de 4,63%).
Em termos de proveitos globais, a região fecha o ano de 2018 com 482,7 milhões de euros, uma subida na ordem dos 52,4 milhões, com o RevPar (rendimento médio por quarto disponível) a situar-se nos 46 euros, um incremento de 8,75%.
No que concerne aos principais mercados emissores, Espanha está em primeiro lugar (um aumento de 3,8%), seguida de França, Brasil (mais 11,4%), Alemanha (mais 7,7%), Reino Unido (mais 2%) e Estados Unidos da América (mais 37,6%). Os números confirmam a atractividade que a região do Porto e Norte tem vindo a exercer junto dos diferentes mercados, assumindo-se cada vez mais como uma opção segura para quem visita Portugal.



Copyright © RÍAS BAIXAS TRIBUNA. Designed by OddThemes